Adriana Eboli, a arquiteta que tornou-se modelo aos 63 anos

O sucesso de fotos de viagem entre  amigos e familiares levou-a a procurar uma agência de modelos

O sucesso de fotos de viagem entre amigos e familiares levou-a a procurar uma agência de modelos

Maya Santana, 50emais

Eu passo o dia pesquisando, buscando boas histórias de pessoas que depois de cruzar os 50 anos deram uma guinada na vida e se reinventaram. Histórias que sirvam de inspiração para todos nós que estamos nesta faixa etária. E este caso da elegante Adriana Eboli cai com perfeição na categoria das pessoas que, depois de uma certa idade, abraçam uma nova carreira e iniciam uma nova vida. Até ser aconselhada por familiares e amigos a procurar uma agência de modelos, Adriana trabalhava como arquiteta. A vida mostrou a ela um outro caminho, quando já estava com seus 63 anos.

Leia mais neste artigo do Uol:

Prestes a fazer 64 anos, Adriana Eboli nem pensa em parar de trabalhar. A arquiteta de traços marcantes e postura elegante, conta que, aos 60, sentiu o peso da idade chegando, mas não se abateu. “Não sinto mais tanta energia como antes, mas procuro cada vez mais me manter sempre ativa, trabalhando e me divertindo”.

O desejo de se manter em atividade é tanto que ela acaba de descobrir uma nova profissão: tornou-se modelo. Sua nova faceta foi descoberta no início de 2016, quando as fotos de uma viagem fizeram sucesso entre amigos e familiares que a incentivaram a procurar uma agência especializada.

Adriana é exemplo de que a vida pode recomeçar aos 60

Adriana é exemplo de que a vida pode recomeçar aos 60

Foi então que, assim como jovens aspirantes, fez seu primeiro book e agora participa de testes e pequenos trabalhos fotográficos. Sua nova carreira em frente às câmeras combina com seu perfil vaidoso, porém nada exagerado.

“Gosto de me cuidar. Estou sempre em busca de novos tratamentos que estejam ao meu alcance, como a limpeza de pele que faço regularmente.”

Leia também:
Moda: modelo de 56 anos posa de lingerie para ensaio fotográfico
O grande feito de Bo Gilbert: ser modelo aos 100 anos

Além dos cuidados de beleza, a busca pelo bem-estar é uma constante na rotina de Adriana. “Ao fazer 60 anos, comecei a praticar pilates, que me livrou das dores que tinha pela manhã”. Além dos exercícios de alongamento e fortalecimento muscular, ela pratica natação e RPG e se orgulha da disposição para sair com as amigas e viajar.

mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm
Estamos fazendo uma campanha para tornar o 50emais ainda melhor. Clique aqui para para participar.

Compartilhe este postShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone

Um comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*