Avó de 10 netos, aos 69 anos, ela brilha nas passarelas do mundo

Maye Musk é modelo desde os 15. Mas o sucesso veio foi depois dos 60

Maya Santana, 50emais

Embora os estilistas ainda não se disponham a apresentar criações para mulheres que já passaram dos 50, eles têm colocado modelos mais velhas – uma ou duas em cada desfile – nas passarelas. Entre as mais requisitadas está Maye Musk, esta linda mulher de 69 anos, nascida no Canadá, que está conhecendo o sucesso como modelo só agora na maturidade. Maye, mãe do bilionário Elon Musk, fabricante de carros elétricos e baterias, iniciou a sua carreira de modelo aos 15 anos, na África do Sul. Mas, mas somente depois dos 60, quando deixou os cabelos grisalhos, ganhou fama. Ela diz que nunca trabalhou tanto como em 2017.

Leia mais detalhes nesse artigo da BBC Brasil:

As mais recentes semanas de moda de Nova York, Paris, Milão e Londres tiveram um número recorde de modelos com mais de 50 anos: 27, de acordo com o site Fashion Spot.

Entre as tops dessa leva de desfiles está Maye Musk, de 69 anos, mãe do bilionário da tecnologia Elon Musk – nome à frente da Tesla, fabricante de carros elétricos e de baterias.

Aos 69, a personificação da elegência

“Nunca trabalhei tanto nos últimos 50 anos como em 2017”, diz ela.

Maye, que nasceu no Canadá, começou a trabalhar como modelo aos 15 anos na África do Sul. Mas foi após os 60 que sua carreira decolou.

Maye é mãe de Elon Musk, bilionário dono da Tesla, fabricante de carros elétricos e baterias

Só nos últimos anos ela assinou um contrato com a IMG Models, agência que representa tops como Gisele Bündchen e Gigi Hadid, apareceu nas capas de revistas como New York Magazine, Elle e Vogue e se tornou embaixadora de uma marca de cosméticos americana.

Uma avó elegante, com dez netos, Maye acredita que ter deixado os cabelos brancos ajudou sua carreira.

Maye acha que deixar os cabelos brancos ajudou sua carreira

Ela, que é nutricionista, conta que é preciso cuidado redobrado com a alimentação para conseguir manter o manequim de modelo. “Preciso planejar todas minhas refeições e meus lanches senão o trem sai do trilho e ganho peso. Aí leva duas semanas de dieta rigorosa para perder. Visto manequim 38, não sou tão magra”, fala.

Leia também:
Uma agência que só contrata modelos maduros, com mais de 45 anos
Blogueira de moda, 63: “Envelhecer é problema dos outros”

Debra Bourne, diretora da All Walks Beyond the Catwalk, que promove diversidade na moda – de idade, tamanhos, etnias – , atribui às redes sociais muito do sucesso de uma mulher mais velha no mercado de modelos.

Maye Musk em desfile na semana de moda de Nova York

“Com o crescimento das redes sociais em plataformas como o Instagram, temos visto exemplos bem-sucedidos de modelos mais velhas que conquistaram uma enorme audiência”, diz Bourne, que é também psicoterapeuta e já foi editora de moda.

Este é o caso de Maye, que posta com frequência fotos no Instagram, onde soma 90 mil seguidores.

Veja outras imagens da modelo:

“Há menos competição quando você é mais velha, mas também já menos trabalhos”, ela pondera. “Se você continua trabalhando e postando seus trabalhos, você consegue conquistar mais seguidores. E também pode ser chamada para trabalhos diretamente ali, sem ter que ir a testes.” Clique aqui para ler mais.

Deixe seu comentário