Fugindo da crise, cada vez mais brasileiros vão para Portugal

Porto é uma das cidades preferidas dos brasileiros para morar

Maya Santana, 50emais

A crise econômica que se arrasta há anos no país, tem levado um número cada vez maior de brasileiros a deixar o Brasil em busca de uma vida melhor. O país preferido da maioria dos brasileiros para começar uma nova vida tem sido Portugal. A escolha, naturalmente, é muito em função de falar a mesma língua. Mas há outros fatores que são determinantes. Portugal tem atraído imigrantes de outros países também porque é um dos países mais baratos da União Européia, tem um clima menos frio do que de outras nações europeias e é um lugar seguro, tranquilo.

Leia o artigo de Bruna Borelli para o Estadão:

Portugal está na moda. Basta caminhar pelas cidades de Lisboa, Cascais ou Porto para chegar a essa conclusão. Além do turismo, principalmente na alta temporada, há novos restaurantes, bares, cafés e lojas em cada esquina. E, nos últimos anos, Portugal tem sido a escolha de muitos brasileiros que buscam fugir da crise econômica do País e querem uma melhor qualidade de vida.

Hoje, cerca de 80 mil brasileiros residem em Portugal com vistos regulares, segundo dados do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), órgão responsável pelo controle de imigração português. Mas esse número deve ser ainda maior, pois brasileiros com passaporte europeu ou que estão no país irregularmente somem das estatísticas.

“Entre os atrativos para os brasileiros, estão a qualidade de vida, a facilidade da língua, o clima, a proximidade entre as culturas, a oferta de boas universidades e o fato de Portugal estar muito em voga atualmente”, afirma Álvaro Fagundes, segundo secretário do Consulado-Geral do Brasil em Lisboa.

A Rua Borges Carneiro, na capital portuguesa, Lisboa

Com mercado de trabalho pouco aquecido e um dos salários mínimos mais baixos da Europa Ocidental (€ 557), mudar para Portugal é uma alternativa para brasileiros que já têm suporte financeiro. É o exemplo do fotógrafo Jorge Abud, de 50 anos, que há seis meses trocou seu apartamento no bairro dos Jardins, em São Paulo, por um na Estrela, na zona central de Lisboa. “Amo o Brasil de paixão, mas minha vida é mais simples e tranquila aqui. Não tenho carro, não fico horas no trânsito, quando preciso de carro para viajar alugo e não me preocupo mais com isso”, conta Abud.

Leia também:
Com a crise, número de brasileiros que deixam o país quase dobra

A aquisição imobiliária feita por Abud lhe conferiu o chamado Golden Visa, ou Autorização de Residência para Atividade de Investimento (ARI). Trata-se de um programa do governo português que concede a autorização de residência para estrangeiros por meio da transferência de capitais no valor mínimo de €1 milhão, da criação de dez postos de trabalho, da compra de imóveis a partir de € 350 mil, no caso de construções que tenham mais de 30 anos ou que estejam em área de reabilitação urbana, entre outros investimentos.

Esse tipo de visto bateu recorde em 2017: foram emitidos 185 só nos primeiros sete meses do ano para brasileiros, segundo o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras. Entre 2012, quando o visto foi criado, e 2016, foram 247. Clique aqui para ler mais.

Um comentário

  1. Eu sou mais um brasileiro que irá morar em Portugal. Já comprei minha passagem para abril de 2019, e como fé em Deus, cai dá tudo certo. https://viajandopelaeuropa.com.br/

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*