Maiores atrizes britânicas falam de fama e envelhecimento

As inigualáveis Judi Dench, Eileen Atikins, Joan Plowright e Maggie Smith – todas com mais de 80 anos

Maya Santana, 50emais

Se você gosta de cinema e admira quatro das maiores atrizes que a Grã-Bretanha já teve, não deixe de ver “Chá com as damas”. Um documentário de pouco mais de uma hora e meia, com elas, lendas das artes cênicas: Maggie Smith,Judi Dench, Joan Plowright e Eileen Atkins, todas com mais de 80 anos de vida. Joan Plowright, que foi casada com ninguém menos do que Lawrence Olivier, está com 89 anos. E dá para ver no documentário que, embora lúcida, engraçada, ela tem problemas para se locomover. Eu me diverti muito com a conversa das quatro, enquanto tomam chá e, depois, champagne. Interessante notar que, de todos os temas – sucessos e fracassos, medos, fama, envelhecimento -, o que falaram menos foi sobre a morte. Quando o assunto veio a baila, trataram logo de mudar de conversa.

Leia o pequeno artigo de Sérgio Rizzo, de O Globo sobre Chá com as damas:

Quatro amigas que se conheceram no final dos anos 1950 se reúnem periodicamente, desde então, para botar a conversa em dia. O documentário “Chá com as damas” acompanha um desses encontros, realizado na casa de uma delas. Pode soar como algo banal para um filme, não fossem as quatro um patrimônio britânico do teatro, do cinema e da TV: as atrizes Joan Plowright (hoje com 89 anos), Eileen Atkins (84 anos), Judi Dench (que fez 84 no último dia 29) e Maggie Smith (que fará 84 no próximo dia 28).

Todas receberam o título honorífico britânico de Dame, equivalente a Sir. Mas, na intimidade que cultivam há décadas, não têm cerimônias. O diretor Roger Michell procura fazer com que sua equipe não interfira no clima habitual entre elas, sem sucesso: o próprio filme se torna um dos assuntos, ao lado de diversos outros tópicos, entre os quais as dificuldades de trabalhar com Sir Laurence Olivier (1907-1989), que foi marido de Plowright. Um chá que inclui também champanhe e que lembra um animado tricô sobre a profissão, a fama e, sobretudo, o envelhecimento.

Assista ao trailer:

2 comentários

  1. Por favor, onde acho este documentário para assistir?

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*