Neurocirurgião dá 5 dicas para um sono bom, longo e reparador

É importante dormir o mesmo número de horas por noite

Maya Santana, 50emais

Felizmente, não tenho qualquer problema para dormir. Acho uma maravilha me aninhar na cama e partir para a longa jornada noite adentro. Durmo bem. Em média, sete horas por noite. Conheço várias pessoas, no entanto, com dificuldade para conciliar o sono quando a noite chega. É um daqueles males mais comuns do que a gente imagina. Por isso, decidi postar estas dicas, que achei muito boas, para facilitar a chegada do sono. São de um neurologista britânico e foram publicadas pela BBC Brasil. Das cinco recomendações do especialista, a única que me surpreendeu foi a de baixar a temperatura do quarto onde vamos dormir.

Leia:

O Prêmio Nobel de Medicina deste ano foi concedido a três cientistas dos Estados Unidos que descobriram a existência dos ritmos circadianos, o relógio biológico que todas as células vivas têm.

Como muitos especialistas, eles destacam a importância de um sono bom, longo e profundo para manter a boa saúde.

O neurocientista britânico Matthew Walker, responsável por um laboratório de sono na Universidade da Califórnia, Berkeley, nos Estados Unidos, quer combater o estigma de que quem dorme muito – de oito a nove horas por noite – é “preguiçoso”.

É exatamente o contrário, argumenta ele.

A falta de sono é responsável por doenças, acidentes, problemas mentais e fadiga que afetam todos nós.

Walker compartilhou cinco dicas com a BBC para uma noite bem dormida.

O neurocientista britânico Dr. Matthew Walker

1) Tenha horários regulares
Acorde sempre no mesmo horário e vá dormir sempre no mesmo horário.

Não durma tarde nos fins de semana. Esse é um dos maiores erros que se pode cometer, uma vez que prejudica o relógio biológico.

Chamamos isso popularmente de “jet lag social”.

Ou seja, em vez de dormir cedo na sexta ou no sábado, você segue noite adentro na balada e volta para casa de madrugada. Chega domingo e você dorme o dia inteiro para se recuperar e voltar à rotina.

O resultado não pode ser pior, diz Walker.

“Infelizmente, o cérebro não tem a capacidade de recuperar todo o sono perdido”, adverte.

2) Mantenha a temperatura baixa
Evite dormir no calor.

Segundo Walker, é aconselhável tentar manter uma temperatura fria no quarto, entre 18 e 18,5 graus Celsius.

O motivo é que seu corpo e seu cérebro devem reduzir a temperatura média em cerca de 1 grau Celsius.

Por isso, se você morar em lugar frio, cuidado com o aquecimento. Por outro lado, se você mora em um lugar quente, abra as janelas, ligue o ventilador ou o ar condicionado.

Isso permitirá que seu corpo alcance a temperatura ideal para iniciar um sono profundo e saudável. Clique aqui para ler mais.

3 comentários

  1. Amei o artigo e gostaria de saber e um nenem de 10meses precisa dormir qto tempi*

  2. Faltam 3 dicas, você só mostrou duas

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*