O que médicos especialistas fazem para ter uma boa noite de sono

Evitar o celular, desacelerar e técnicas de respiração estão entre as dicas dos médicos para dormir bem

Maya Santana, 50emais

A ideia deste artigo de Maria Júlia Marques, do Uol, é muito interessante. Ela perguntou a vários médicos o que é que eles fazem para ter um sono reparador, aquele que faz a pessoa se levantar se sentindo descansada e bem disposta. Cada médico dá sua própria resposta. O que fica claro é que consideram o celular e o computador inimigos do bom sono, se usados até na hora de dormir. Boa parte dos especialistas, a partir de uma certa hora, não usa nem um nem outro. É muito útil as observações de cada um deles

Leia:

“Eu não tenho muito problema para dormir, deito e durmo, mas talvez porque não abro mão de certos hábitos. O exercício físico é um deles e me ajuda demais! Treino, vou para o trabalho e chego em casa cansado, sem energia, já querendo cama. Só não vale malhar perto da hora de dormir. A atividade física acelera o metabolismo e você vai ficar elétrico em um horário que precisa se acalmar”, conta Fabio Porto, neurologista comportamental do Hospital das Clínicas, em São Paulo.

Perto da hora de dormir fujo do celular e da TV
“Uma regra para mim, e que meu marido também segue, é evitar estímulos luminosos à noite. Não temos TV no quarto e não usamos computador ou celular no fim do dia. Essas luzes atrapalham a produção de melatonina e você demora mais para dormir. Baixo as luzes do ambiente, vou criando uma rotina, me preparando para o sono. Inclusive, tenho uma neném de um mês e já tento passar isso para ela, mesmo ainda tendo um sono bem diferente do nosso”, detalha Magali Lumertz, pneumologista pediatra especialista em medicina do Sono no Hospital São Lucas da PUC-RS.

Acordo sempre no mesmo horário
“O despertador sempre toca às 6h45 e eu me levanto às 7h. Crio essa rotina para me acostumar e não sofrer para acordar ou ter dificuldade de dormir. Quanto mais você mantém a regularidade do sono, mais fácil será dormir. Mesmo se não dormi bem não aumento o tempo na cama, esses cochilos a mais não descansam e desregulam todo o sono”, afirma Porto.

Sei quantas horas de sono preciso
“O sono é muito individual. Para mim, é importante valorizar o número de horas. As pessoas dormem menos do que precisam e isso é um erro, dormir não é luxo. Sei que eu preciso de sete a oito horas de descanso. Então, mesmo se quiser assistir mais um capítulo daquela série boa eu não vejo, não passo da meia-noite acordada e levanto sempre às 8h”, aconselha Luciana Palombini, especialista em medicina do sono e médica do Instituto do Sono e da Associação Brasileira do Sono.

O ambiente tem que estar perfeito
“Os detalhes do quarto são fundamentais para meu sono. Tem que ser um local confortável, escuro para não despertar, com uma temperatura nem quente, nem fria, com a roupa de cama adequada para estação do ano, e o travesseiro de acordo com a minha estatura e postura que costumo dormir, que é na lateral — você não pode ficar com a cabeça nem muito alta, nem muito baixa”, comenta Lumertz. Clique aqui para ler mais.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*