Filhos que dominam e exploram financeiramente pais idosos

O certo seria que os filhos cuidassem de seus pais, principalmente quando os mesmos já estivessem idosos, já que é na velhice que eles precisam mais da compreensão, e de cuidados especiais

O certo seria que os filhos cuidassem de seus pais, principalmente quando os mesmos já estivessem idosos, já que é na velhice que eles precisam mais da compreensão, e de cuidados especiais

Recebo, como responsável pelo 50emais, muitas sugestões e pedidos de pessoas que acessam o blog diariamente. Faço questão de responder a todos e atender as solicitações. Há dias, recebi o seguinte recado: “Gostaria de alguma “dica” sobre como se libertar das armadilhas que os filhos nos colocam, as vezes, sem querer (meu caso). Armadilhas sobre financas…..onde temos de abrir mão de algo nosso, para dar cobertura á eles.” Esse é um assunto polêmico, espinhoso: quando os filhos passam a explorar os pais financeiramente. Selecionei alguns artigos sobre o tema. E espero, sinceramente, que ajudem.

Leia este do site docslide.com.br:

O certo seria que os filhos cuidassem de seus pais, principalmente quando os mesmos já estivessem idosos, já que é na velhice que eles precisam mais da compreensão, e de cuidados especiais, mas na pratica isso não costuma acontecer com a naturalidade que deveria ser. E infelizmente, é bastante comum ouvir falar de casos de filhos inescrupulosos,que através de chantagem emocional, dominam seus pais ao ponto dos mesmos não se darem conta de que estão sendo explorados financeiramente.

Muitas vezes os pais já aposentados são obrigados a retornar ao mercado de trabalho porque a aposentadoria não dá para suprir as necessidades de sua casa, ou fazer pequenos serviços para reforçar o orçamento, enquanto seu filho adulto, se recusa a trabalhar, e prefere viver sugando de seus pais, e não sente nenhum tipo de remorso, sem contar os casos onde além de se encostarem nos pais, eles ainda levam seus filhos para que os avós sustentem,já que eles são incapazes para isso.

Existem casos lastimáveis, onde infelizmente a própria a mãe costuma ser conivente com o folgado em questão, apoiando a sua maneira desocupada de levar a vida, e impedindo qualquer tentativa seja lá de quem for, de fazer com que o filho arrume um trabalho.

Mas se exploração de idosos é crime, como acionar a lei num caso assim? O que fazer com um filho adulto que deveria estar trabalhando, mais simplesmente resolve que não quer, e não vai trabalhar porque na sua cabeça imunda, acha que seus pais têm obrigação de sustentá-los pro resto da vida?

É um tema polemico e revoltante, mas também é preciso dizer que, em alguns casos os filhos só exploram seus pais porque os mesmos permitem, em algunstambém os pais parecem temer seu filho, e acabam se submetendo a uma situação dessas simplesmente por medo.

E o marmanjo folgado sente isso e sabe até onde pode ir em relação a exploração, e aproveita para ir vivendo enquanto seus pais morrem a cada dia de desgosto, ao verem que geraram e criaram uma pessoa inútil, incapaz de gerar recursos para se sustentar, e não por ser doentes ou coisa assim, mas por serem preguiçosos e aproveitadores.

É feio demais ver um marmanjo explorando seus pais, vivendo de brisa enquanto alguém tem que trabalhar para sustentá-lo, é vergonhoso, ridículo e revoltante ver que mesmo tendo saúde e capacidade para trabalhar, essas pessoas se recusam, e vivem a custa de pessoas indefesas.

Leia também:
Pare de sustentar filhos adultos. Não comprometa a sua aposentadoria
Denúncia de violência financeira contra idosos cresce mais de 300%

Deveria haver uma lei para proteger os idosos desse tipo de bandido, onde a justiça intimasse o cidadão em questão, e ao averiguar que ele é um folgado aproveitador, o juiz estipulasse um prazo para que ele arrumasse um trabalho, e passasse a viver dos recursos que viesse a gerar, e o não cumprimento implicaria na prisão do folgado. Quem sabe assim, esse tipo de gente tomasse vergonha na cara e deixasse de sugar a alma alheia.

Todo mundo tem que trabalhar para se manter e manter sua família, e pais nãosão obrigados a sustentar filhos adultos, a menos que sejam incapazes por motivo de doença, ou algum tipo de deficiência que o impeça de trabalhar.

E mesmo em caso de deficiência, o filho que seja portador de alguma deficiência, já pode se manter graças a benefício social que lhe é concedido pelo Governo, já nos casos de filhos deficientes de caráter ( os folgados ) não há ainda ajuda do Governo e então eles exploram os próprios pais, é impossível, saber de casos dessa natureza e não sentir revolta

Compartilhe!

77 comentários

  1. Este livro é de 2006 – há dois bons capítulos – Adultos: Procuram-se e Criando Maiores Abandonados.A leitura pode ajudar a entender um pouco esse universo da desmedida exploração familiar dos filhos pelos pais.É lógico que o limite precisa ser dado (sempre)Há algo que amedronta os pais: a violência silenciosa filhos.Muitos amedrontam os pais.Os pais que permitem “os excessos” também precisam de cuidados.Dizer não pode,maioria das vezes,frustrar e afugentar a “admiração”. Entretanto, dizer não é um ato de amor.Colocar limite na ação – não no amor. Pode não ser uma empreitada fácil,mas precisa ser enfrentada.

    Livro: FAMÍLIA: Modos de Usar
    Rosely Sayão
    Júlio Groppa Aquino
    Editora Papirus

    • Boas,

      Concordo totalmente com este artigo mas tenho um reparo a fazer. Por norma e para se sentir obrigado pelo chamado politicamente correcto quando nos referimos a pessoas somos como que obrigados a mencionar ele ou ela, o senhor a senhora (Seja em artigos de noticias ou em televiaso). Se so se usa o termo masculino somos repreendidos de imediato por nao termos em consideracao o sexo feminino. Mas neste texto eu so me aprecebo que a pessoa maldosa é um cara, homem, rapaz. Sera que nao existe marmanjas neste mundo? pessoalmente eu até acho que existe mais marmanjas do que marmanjos.

      • E vc deve ser um marmanjao sustentado pelos pais né.

      • Concordo plenamente.
        No meu caso é uma marmanja que para passear tem disposição. Mas para trabalhar fica inventando mil coisas. Não me importo de dar casa, comida, e vestimenta. O problema é que acha que é nossa obrigação e ainda quer gritar dentro de casa comigo e com a mãe.

        • o melhor e não ter filhos, e como se não bastasse ainda tem filho pros outros sustentar, vagabundos e vagabundas metidos a inconsequente que ficam parindo sem responsabilidade alguma filhos quando casam e pra ir na casa dos pais de visita e pra estar com eles quando precisarem, tenham filhos quando tiverem condições e estiverem bem casadas filho e pra ser criado com pai e mae não com avós. Acho triste pais depois que os filhos estão criados depois ainda vem os netos pra criarem tbm Mulheres que engravidam dentro da casa dos pais ou que casam e voltam com filho pra casa dos pais acho triste e ruim tal pros outro a irmãos assistir Com essa cituacao por isso por isso casou vai trabalhar teve filho vai sustentar casou e separou vai ficar com em uma casa com seus filhos.

        • em casa tem um folgado assim também chega bebado todo dia faz xixi na casa e defeca na casa toda minha mãe tem 90 anos e com o fÊmur quebrado sobra tudo para mim tinha que ter uma lei que ajudasse

      • Claudete zapater Teodoro

        Eu tenho 72 anos tenho a filha desse tipo me explora.
        Sujou meu nome com o FIES pois fui fiadora.
        E agora não quer pagar, é formada.fizioterapeuta.
        Agora estou debilitada poisestou,abandonada

  2. serviu para mim desde ja obrigado

  3. Gostei muito desse site

    • Aurilene Cavalcante Rodrigues

      Eu vejo essa exploração familia do meu irmao em cima do meu pai que é posentado teve voltar para trabalhar para poder sustentar um irmao que é filho ruim de 35 anos que envolve meu pai nas dividas dele. como eu poderia defender meu pai desse explorador chantagista … existe lei para isso ? Meu pai tem 61 anos

      • Ligue disque 100 é anônimo e resolve.

      • É uma dura realidade que infelizmente bateu na minha porta .Minha irmã de 60 anos tem uma única filha que não tem nenhuma doença, mas quer viver uma boa vida nas costas da mãe, que além de idosa tem deficiência intelectual. Sempre gastou todo dinheiro da minha irmã .A mesma não tem nenhum conforto. Agora casou e queria levar a mãe para outra cidade para pagar aluguel, manipulando a contra mim e vizinhos que são contra. Orientada pela assistente social entrei com o pedido de curatela, ganhei a curatela provisória, mas a folgada não quer sair de casa .Visto que a mãe é diabética e outros que necessitam de cuidados especiais e a filha além de estar dentro de casa me amessa e o marido é outro folgado que concorda com isso. Tenho o poder de expulsá -la de casa, mas não quero magoar minha irmã e assim tem sido minha vida nestes últimos dias. Muito difícil, mas espero em breve solucionar. Se Deus quiser.

  4. é muito difícil pois os filhos ameaçam com chantagens de privá-los de ver os netos, ameaças de abandono…e estão numa idade de dependência destes filhos…bem ou mal.Muito caro o preço a pagar de ficar sem a familia nesta altura da vida.

    • Acho que não dá para cair nessa de abandono pois abandonados pelos filhos já estão. Se o filho se comporta assim, certamente sugara seus pais até o dia da morte sem preocupação com o mesmo.

  5. Conheço casos de filhos que exploram os pais, mesmo trabalhando, porque não têm capacidade de administrar o que ganha ou porque são folgados e sabem que podem contar com o socorro dos pais. Acho injusto isso…quem criou e deu condições aos filhos de sustentarem têm o direito de usufruir do que ganha para viajar ou gastar como bem quiser. Filhos exploradores acreditam também que os pais têm a obrigação de cuidar dos netos e esse é outro problema grave. Antes de gerar filhos, cada um deve pesar bem as consequências e não visar os pais como guardadores dos netos.

    • Concordo plenamente Regina, na minha família tem casos deste tipo, sanguessugas desgraçados, que usam e abusam dos meus pais, e detalhe possuem empregos, e não é qualquer emprego não. Queria saber com faço para que isso pare de acontecer?

  6. É o caso do meu irmão que fica com todo o aluguel da minha mãe que tem Alzheimer e eu nao estou mais conseguindo pagar cuidadoras para me ajudar. Estou enlouquecendo e destruindo minha familia com a situação

    • Sugiro procurar um advogado para gerir essa situação da melhor forma.Que o dinheiro do aluguel seja administrado por você que CUIDA DA SUA MÃE.
      Seu irmão NÃO estâ nem aí para suas dificuldades em sua vida pessoal e pagar cuidadores.
      Também você passe a ter amor-próprio e lute via justiça para viver com dignidade você,sua família e sua mãe.
      Fale antes com ele do que se passa.Cado não concorda em deixar os recursos de SUA MÃE para você administrar os cuidados com ela,não espere mais.Procure sim um advogado.
      Peça indicação de amigos.
      E seu irmão?Pessoa que age assim,NÃO precisa haver consideração.
      E quando chegar o inventário,procure também advogado e seja a inventariante.
      Para NÃO ocorrer de ele levar a melhor e maior parte.Boa sorte.

  7. E se alem dos filhos ainda tem os netos encostado nos idosos doentes,não existe nem uma intervenção judicial,alguma lei que se faça justiça preciso saber?

    • Li vários comentários aqui é estou passando por situscaso parecida. Tenho um irmão casado que ad pra mandar no que não é dele. Dois filhos no casamento é mais doiis fora do casamento. Não criou nenhum. Dois filhos, um tio nosso criou. Um terceiro a mãe bateu na porta da casa dfos meus pais; é agora, recentemente, te m uma outra mulher que me investigou na internet e está reivindicando meu irmão como pai do filho dela. O cara enganou a nossa mãe dizendo que ela na o saberia usar o cartão do banco é está depenado a pensão dela.sem piedade, aterrorizado a mente da própria mãe para naso pegar no próprio dinheiro. Eu sou bancário e comecei a olhar o saldo da conta dela. O que vejo lá; é lavagem de dinheiro pois ele usa a conta mãe para fazer os comércios dele; tira todo o salário dela é joga para uma conta dele que fica em outro banco; da dinheiro para a mulher, da dinheiro para o outro filho fora do casamento. E eu bonzinho que sou, fico olhando para ver até aonde o gatuho vai. Empréstimos de banco, até onde vi for m dez. Vou jogar o cara na justiça é gostaria de saber que direção jurídica devo tomar. Já que o esperto está com a senha é o cartão da conta. Intimida a mãe fica com o d inteiro dela. Isso é só uma parte da história. Mas gostaria de saber se o fato dele está com a senhas e o cartão, pode dar ganho de causa à ele.??

    • Quero saber se uma mulher de 38 anos pode exigir pensão do meu pai de 74 anos, doente , precisando de ajudar e essa mulher nunca veio fazer uma visita e nem ajudar em nada… Eu só tive conhecimento desse fato, após ele ter se d suicidado… Ai foi que meus outros dois irmãos falaram que ele pagava pensão para ela que já tinha doado uma casa para a mãe e filha. No velório, elas vieram já com o registro de nascimento para colocar na certidão de óbito….e estava procurando pelos bens dele….estou muito triste pq meu pai arrumou umas mulheres que não serviram nem para cuidar dele na velhice, agora querem bens , pensão… E eu e meus outros irmãos da primeira esposa é quem arcava com tudo , quando ele estava doente… Meu pai tomou veneno e ninguém viu… Essas mulheres faziam muita raiva a ele… Se eu levar o caso a frente, uma delas pode ser presa, mas ela tem dois filhos com ele e apresenta problemas mentais …a outra mandava um moto táxi pedir dinheiro, mesmo ele doente e não tinha coragem de passar um domingo com ele… Eu não sei o motivo que fez ele doar essa casa para essa mulher e sua filha, acredito que foi um acordo para ela alugar e conseguir dinheiro para a filha.
      Quero uma orientação, pois eu amava meu pai, queria que ele saísse de lá, mas ele se preocupava com os filhos … E no fim de tudo morreu nos meus braços…eu poderia ter feito mais , se ele não tivesse tantas pessoas dizendo que era filho, amante… Ele não andava como antes por conta do AVC… Sei que fui leiga em certos direitos que meu pai tinha… gente informada sabe atuar e agir melhor, mas faltou orientação por falta dos agentes de saúde e da comunidade em si… Estou muito triste…eu cuido da minha mãe também, mas ninguém vive pressionando ela por dinheiro, muito pelo contrário, nós a ajudamos, pq um salário mínimo não supri as necessidades de um idoso doente…

  8. Triste isso. É saber que não é raro, mas comum tal situação em nosso país.
    Acredito que ninguém pode ficar omisso ao saber de um caso desses. Deve ser denunciado à Delegacia do Idoso.

  9. É muito triste mas vivo isso em minha familia, eu trabalhei desde meus 11 anos e sai de casa com 18 e a irmã mais nova nunca trabalhou e nem sequer saiu a procura de um trabalho, casou, descasou, casou de novo, descasou outra vez e tudo isso morando numa casa nos fundos da casa dos meus pais, ela tem mais de 40 anos e tem uma filha de 13, meu pai é o mais explorado, ele tem 76 anos e ta pele e osso de tanto sofrer, ela nao tem remorso nenhum e se falar alguma coisa pra ela ela ainda diz aos berros que é ele que quer, eu ja acho que é ela quem devia ter noçao de que ta matando meus pais, eu tenho muita raiva de ver ele carregando pesos por ela, de ver ele subindo em lugar alto em cima da casa pra resolver problema pra ela, ele leva a filha dela varias vezes em estudo por dia, so de gasolina ele gasta horrores e em troca ela diz que ele nao sabe dirigir e que o carro dele nao presta, nem no supermercado na esquina da casa ela nao vai, ele que tem que ir buscar coisas pra ela, e tomando xingo, so toma banho com sabonete dove oleo de amendoas porque tem a pele sensivel, tudo mentira, é pra aproveitar mesmo, ta gozando de plena saude, comprou celular j9 tablet notebook e moveis novos pra casa , nao paga agua luz internet, nem comida e so come coisas de qualidade, ganha uma pensao de meio salario minimo pra menina entao de onde vem toda essa grana ne, sempre com roupas e calcados bons e a menina tambem, agora minha mae adoeceu e precisa de ajuda, eu moro na rua de baixo e tava vindo todo dia cedinho fazer todo servico e ela mal aparecia por la, dai mae foi internada, fiquei com ela no hospital de dia e deixei a noite pra parasita , mae voltou pra casa, por uma discussao boba que tive com a parasita no hospital ela quis se vingar de mim nao deixando entrar na casa de minha ame, nessas alturas eu ja tava muito mal pois sofro depressao ha anos ja me trato ate com psiquiatra e qualquer coisa me deixa ruim e saber que minha mae estava com uma doenca grave me deixou muito mal, e como qualquer depressivo eu me entreguei a dormir sem parar, nao queria mais nem tomar banho, mas ainda assim subi la oferecendo ajuda e ela por orgulho sempre dizendo que nao, eu quis ate revesar uma semana de cada pra nao pesar pra ninguem mesmo me arrastando porque dói na alma ver o jeito que meu pai é tratado la e isso me causa um mal tremendo atinge diretamente a mim, mas ela nao quis, esses dias notei que ela nao abria mais o portao pra mim de jeito nenhum, fui la por uns dias e nada de abrir, ai acabei insistindo muito que entrei , fazia dias que eu nao podia ver meus pais, dai comentei sobre ela nao abrir e a resposta sempre a mesma , que tava no banheiro, mas eu comentei com minha mae que eu fui sim e disse mae eu nao abandonei vc eu to vindo so nao estao abrindo portao, ai minha mae como sempre acobertou a filha dizendo que ela nao ouviu, imagina ate a vizinha do outro lado da rua saiu ver eu chamar, dai quando sai pra ir embora eu chamei ela longe da mae e falei que eu tambem tenho direito de ir ver meus pais e eu disse que nunca neguei de ajudar, mas ela respondeu dizendo que era pra eu ta la fazendo tudo sozinha por a mae porque eu sou a filha mais velha, dai respondi que quem mora la é ela e nao eu, e nao to negando ajuda, mesmo porque sei das minhas obrigacoes, dai ela disse que minha familia toda ta com raiva de mim, perguntei porque e ela disse pelas cosias que vc vem fazendo por aquele dia no hospital e nao se explicou como devia, as coisas que eu venho fazendo sao, ficar sem comer trancada dentro de minha casa sem coragem nem de tomar banho, cabelos branqueando inteiro , dor na coluna , depressao ,minha familia nunca acreditou em depressao, pra eles é frescura, drama, fingimento, tanto que nunca meu telefone toca pra alguem saber de mim, ninguem me perguntou la se eu tinha melhorado, todos me viram abatida, da perfeitamente bem pra conhecer alguem gozando de plena saude e alguem doente, e as coisas que eu fiz no hospital foi defender meu pai porque cheguei e peguei ela falando mal do meu pai pra acompanhante da mulher ao lado dizendo que ele é um estupido nao sabe dirigir que o carro dele nao presta, dai defendi mesmo e nao me arrependo, falei que meu pai é doce, humilde e que eu nao aceitava ver ele tomando xingo sendo que ele tava la embaixo quietinho esperando a bonita descer porque a bonita nao anda a pe, e eu ja estava mesmo muito abalada com o ambiente hospitalar, eu tenho horror a sangue, a agulha, a tudo de hospital e eu tava junto quando a medica foi tentar fazer paracentese na minha mae, comecei a passar mal, tudo aquilo ja junto com a depressao que eu ja estava me acarretou em dias piores e hoje quero ver minha mae nao posso entrar la porque mesmo que meu pai abra o portao ela vira me xingar e bater tudo e eu nao vou aguentar e vou responder ou vou voar em cima dela e minha mae de jeito nenhum nao pode passar nervoso, é problema cardiaco, so tem 15% do coracao funcionando, medco disse que o coracao dela so treme, ja pensei em tomar todos meus calmantes a acabar com isso tudo , essa minha irmã anda falando mal de mim pra todos os parentes, e como eles verem ela tomando a frente do servico talvez acreditem nela, ja conversei com alguns e expliquei minha versao, ela sempre foi vingativa e nunca aceitou ouvir nada de ninguem , tenho inumeras lembrancas dela se vingando de mim e de outras pessoas, ate a chave da casa da minha mae que eu tinha ficado quando minha mae foi internada eu devolvi e nunca entrei la sem que meu pai estivesse por medo de ela sumir com algum dinheiro e depois jogar nas minhas costas, e hoje to aqui, sem ajudar, e ela ta fazendo o servico, tudo bem que nao é muita coisa, a casa é super facil de limpar e a mae se cudia sozinha, ta andando so nao pode fazer esforco, so os remedios que sao muitos é que precisa de alguem pra dar e eu ja falei que em se tratando de remedio nao conte comigo, pois outro dia acabei eu mesma tomando remedio errado, eu ja cheguei a tomar mais de um remedio sem poder e dormi sem parar por horas eu sou esquecida, minha cabeca nao me ajuda mais, eu fazia tanta coisa e hoje olho e nao consigo nem contar os pontos de croche que eu fazia, eu ando mal, meu pai anda mais mal ainda e nao vejo solucao, pois se eu fizer qualquer coisa contra ela parece mentira mas mesmo sendo abusados por ela meus pais se viram contra mim.

    • Ola Alone, me compadeci da sua história e resolvi te escrever (coisa que nunca falo), mas quero te ajudar mesmo que sendo com palavras. Não sei se vc acredita em DEUS, mas posso te garantir que Ele existe e é perito a exaltar os humilhados e castigar os injustos (no caso essa sua irmã), vou te dar um conselho: CUIDA DE VC, DA SUA SAÚDE!! Você precisa se curar dessa depressão e ter vontade de ver as mudanças acontecerem, eu sei que as palavras são fáceis de serem escritas, mas é por ela que começamos e nesse caso só temos elas para expressarmos. Seus pais precisam muito de vc, esse tipo de filho como sua irmã é comum em muitas famílias, sempre existe a folgada, exploradora, espertinha e assim vai e infelizmente os pais são tão ingênuos que as defendem né :/ Mas vamos ao que é direto vou te dar uma dica de conseguir que a JUSTIÇA DE DEUS seja feita!! Faça a oração do salmo 86 TODOS OS DIAS e na parte que fala os nossos inimigos/soberbos você pronuncia o nome dela completo e de quem mais estiver falando de vc, eu te aconselho a acordar as 03:00 da manhã e fazer uma oração a DEUS e ler esse salmo com muita fé e te GARANTO que DEUS vai fazer essa sua irmã te pedir PERDÃO por tudo o que fez para vc, pode confiar e o melhor vc não vai precisar de entrar em discussão nenhuma com ela pq DEUS vai lutar por tua causa!! Não aceite a depressão pois vc tem um valor imenso a DEUS e ELE te ama muitooo, DEUS não invade a vida de ninguém, Ele só entra e faz morada em quem abre porta pra ELE!!! Deixe Ele te ajudar, procure alguma igreja evangélica e la converse com a liderança e peça para ser acompanhada por alguém, conte a sua história e sei que DEUS vai te ajudar. Fica com DEUS E TE DESEJO a CURA em nome de JESUS CRISTO!

      • Rita, li o triste desabafo da “Alone” e tbem como vc me compadeci. Vivo uma vida muito semelhante a essa relatada por ela. E vi seus conselhos como se fossem direcionados a mim tbem! Desejo imensamente que a Alone se livre dessa situaçao, ninguem merece viver assim. E que Deus te abençoe muito pelos conselhos dignos de alguem com um bom coraçao!

        • Vi o relato acima e me identifiquei. Estou até procurando um emprego.E o pior é um filho e uma nora. Eles gastam absurdamente. Compram sempre o mais caro. Nem olham os preços no supermercado.´´Alone“ você não está sozinha.Fico pensando que pode ser pecado eu não ajudar. Que realmente está difícil arranjar empregos.
          Olha só minha nora gasta com manicure, cabeleireiro, depiladora.Eu faço tudo isso em casa.Para economizar.Meu filho vendeu minha casa depois que meu esposo morreu. Vivo encostada na casa de minha mãe. Sei que atrapalha . Me dá uma tristeza. Tenho vontade até de morrer tem horas.pois parece que nada que eu faça está bom. Pedi ao meu filho que me gravasse um pen drive. Nada,nada,nada.Sei que sou eu que permito esta situação e é por medo mesmo.

  10. Tenho uma irmã de 34 anos que tá assim mesmo sugando minha mãe e ainda maltrata com palavras a velhinha e ainda trouxe o filho pra vir morar junto.
    O Estatuto de idoso dá respaldo a cerca disso
    As leis também

    Só acionar um advogado e abrir um pequeno processo para que a pessoa prove sua conduta, caso contrário, será intimada e terá que pagar multa ou até puxar uns dias de cadeia.

    Existe um órgão que só entrar em contato e eles investigam isso.

    Mas, enquanto isso, vamos tentando resolver da melhor forma.

  11. Nancy castresana novaes

    Tenho uma irmã de 56 anos que faz tudo isso que li nesses comentário, nunca trabalhou! Minha mae tem uma pensão de uns 6 salatios minimos + ou – , não temos acessos aos contta-chegue, porque minha mãe e completamente cega com 94 anos, sabe de quase tudo que minha irma faz,emprestimos bancarios, compra carro, sempre faz obra na casa dela, aproveita o máximo do dinheiro de minha mãe, eu e os.meus irmaos nao aceitamos, eu sou a pior, cobro mais! Só que minha mae é lucida, até demais, e é contra nós e a favor da filha folgada, eu e minha filha estamos proibida de entrar na casa de minha mãe, porque não aceitamos esse tipo de situação , e conduta, dessa minha irma, sou considerada filha bastarda, isso e muito complicado, ja falei com advogados, eles falam que minha mãe e lúcida e é a fovor da minha irmã, resolvi deixar de mão, entreguei na mão de Deus!

  12. Minha mãe tem 58 anos , minha irmã de 30 anos que separou de seu marido está morando com seu filho de 3 anos com ela , ela não trabalha , minha mãe recebe uma pensão por morte de meu pai.
    Minha irmã é muito senvergonha não trabalha porque diz que tem depressão, faz minha mãe de escrava , grita o dia todo com ela,faz minha mãe cuidar de seu filho pra ela dormir até tarde,vai pra academia com dinheiro da mãe,arruma cabelo,unhas, manutenção de aparelhos ,etc..
    Tudo com dinheiro de minha mãe, se não dá dinheiro ela xinga o dia todo,tenho muita dó dela mas não posso fazer nada pois ela aceita a situação ,é pra piorar o pai da criança dá uma miseria de dinheiro , que não supre os gastos da criança ,vai lá a minha mãe e arca com tudo, desculpa mas não sei mas oque fazer ,vejo ela até passar fome e é difícil ajudar pois também tenho poco … obrigada..

    • Meus pais estão passando porisso.meu irmão caçula sempre foi tratado de um modo diferente por minha mãe, porisso,sempre odiou trabalho.vive as custas da aposentadoria do meu pai,do meu salário,e as vezes minha mãe faz faxina pesada doente,aos 62 anos para sustentar ele, mulher é filha. A mulher dele tem 20 anos, também não gosta de trabalhar, ainda são usuários de drogas, não cuidam direito da minha sobrinha.quando vamos intervir,eles ficam agressivos, não admitem que a gente os corrija

  13. Minha sogra tem 70 anos e a vida toda passando por dificuldades financeiras. Pois é pensionista e sua filha de quase 50 anos que cuida disso pra mãe dela, só que ela não mora junto com a mãe só aparece de vez em quando e sua mãe é obrigada a andar de ônibus lotado porque a dondoca reclama de levar a mãe nos lugares, sendo que o carro é da própria mãe. Só que na verdade ela só aproveita da coitada, pois nunca trabalhou e tem 2 filhas e netos que foram criadas com o dinheiro da minha sogra. Hoje minha sogra está afundada de tanto empréstimos, plano de saúde cortado e a filhinha querida vivendo no bem bom e se alguém falar alguma coisa vira num cão. Meu marido já tentou ajudar a mãe dele, mas ela disse que está bom assim, mas na verdade ela morre de medo da filha e acaba aceitando tudo é está se acabando aos poucos de tanto viver para os outros. Será que tem como entrar com ação para resolver este problema, mesmo minha sogra sendo lúcida? Pois ela aceita tudo por medo e manipulação.

  14. O que sei é que criamos filhos sempre na esperança que sejam independente financeiramente no mínimo . Mas no meu caso .isto tá longe de acontecer, .sou escrava dos filhos … sofro calada …vivo trabalhando pra eles é nunca nada tá bom só querem cada vez sugar mas . Primeira filha já tá vai para o terceiro filho de vários relacionamentos ..os dois primeiros ajudei criar vive na minha dependência mora numa casa no meu terreno tenho sempre que ajudar em tudo agora depois do segundo filho já estar com 12 anos criado engravidou de novo .e não sobrevive sozinha tem que estar sempre pedindo ajuda pra mim .já tem 35 anos e se comporta como adolescente só quer festas e baladas.. Tenho outra que Casol .estudou fez faculdade tem um bom emprego .Mas fez casa no meu terreno se enfiou em um monte de dívidas com o marido …Agora pra quem sobrou ajudar ..Eu né. , o marido doente emofilico.trabalha em casa e eu tenho que ajudar trabalhar voluntária …Eles já tem dois filhos também que eu cuido ..um já tá indo na creche mas o menor de 1 e meio fica comigo .cuido da criança até as até as2: horas aí depois das duas horas tenho que ajudar nos serviços da firmas pois eles não podem pagar funciona rio por causa que estão individados … isto que minha filha e concursada da federal (Enfermeira no HC ) ganha bem … e eu tenho que trabalhar tudo de voluntária cuidar de neto é dos serviços da firma do marido dela .. Isto tudo porque ajudo a outra mas velha . Aí as duas ficam disputando quem suga mas o meu sangue . E ninguém me ajuda em nada …tenho54 anos tenho que cuidar da minha casa fazer meus afazeres .cuidar de marido .. Tenho outra filha de menor que ainda tenho que sustentar .. e tenho uma outra filha , e já é formada também ..mas está e como se não existisse nunca me deu trabalho nem um, sempre foi independente .. desde neném sempre foi calma sossegada estudiosa ..está e a única que mora longe pois estuda em campinas .. Sobrevive sozinha e nunca isige nada de mim .. .MAS PRA COMPENSAR TENHO ESTAS TRÊS COMIGO QUE SUGAM ATÉ MEU SANGUE .Sofro mas tenho que viver calada .não sei como sair desta situação ..Vivo na esperança que elas enxerguem e parem de me usarem como escrava ou que eu morra logo pra descansar .pois já estou cansada .. Hoje foi dia das mães. . Não ganhei sequer um presente .uma das filhas ..a que tem o marido doente e mora no terreno meu é que tem o neném que eu cuido e o marido doente compraram churrasco e foram comer e beber na casa da mãe dele pois ele agrada a mãe dele sem ela fazer nada pra eles .. a outra que mora no meu terreno veio comer na minha casa com os filhos e namorado da filha dela pois minha neta tem 18 anos e tem namorado o serviso sobrou pra mim … a menor passou o dia na cama .e o servir o de fazer tudo almoço e trabalha sobrou pra mim .a que mora em campinas não pode vir .. Então Eu como mãe. .não soube criar educar e ensinar meus filhos a me respeitar e serem agradecidos ..de pelo menos um do no ano me deixarem sem lavar louça e trabalhar o dia todo ..REZOTODO DIA PRA MIM PARTIR LOGO DESTE MUNDO. pois estou ficando cansada não estou aguentando mas está vida de escravidão..HOJE FOI O DIA MAS TRISTE DA MINHA VIDA ..Mas ninguém viu . tristeza no meu olhar ..pois fingi o tempo todo sorrindo e me fazendo de feliz na esperança de logo morrer e sair deste inferno que acho que enquanto eu estiver viva é isto que vai ser minha vida . SEMPRE ESCRAVA DE FILHOS INGRATOS … O PIOR… O ÚNICO PRESENTE QUE GANHEI NO DIA DAS MÃES FOI MAS SERVISO E SABER QUE MINHA FILHA DE 35 ANOS QUE SE COMPORTA COMO ADOLESCENTE ESTÁ GRÁVIDA SE NOVO … triste.

    • Marlene, a primeira coisa que você precisa fazer é parar, ir para casa de amigos em algum lugar fora daí, viajar, seja lá o que você decidir. Precisa se distanciar um pouco, por alguns dias, para analisar bem a sua situação.É você que, por algum motivo que precisa pesquisar, permite todos façam isso com você. É você que permite ser explorada. Fica tudo muito fácil e ninguém, infelizmente, dá valor. Se quer sair dessa, tudo tem que começar com você. Se precisa de ajuda, pague uma sessão de terapia só pra discutir isso. Nunca se esqueça: tudo tem saída – menos a morte. Você é jovem e tem muito tempo para desfrutar do que a vida tem de melhor. Forte abraço e muito boa sorte pra você!

  15. Poderia porfavor me orientar.
    Minha mãe ainda não tem 60 anos. Porém faz uso de remédios controlados. Ela tem uma pensão por morte do seu esposo. Porém o dinheiro daria pra ela viver muito bem. Só que não, passa por muitos problemas financeiros. Meu irmão que mora com ela atualmente desempregado assume todas as responsabilidades financeiras da casa. Mas como disse ela vive no sufoco e é totalmente submissa a ele. E como disse faz uso de remédios controlados. Eu não sei mais o que fazer, já que ele é bem ela não aceitam que eu me entrometa. Porfavor me dê uma orientação, já que o que mais quero é ver o bem estar da minha mãe que já sofreu muito e merece tudo de bom.

    • Cristina, querida, essa é uma situação muito comum: filhos explorando financeiramente os pais. Difícil interferir na relação de sua mãe com seu irmão. Você não tem mais irmãos. Procure ajuda de pessoas da família. O ideal seria conversar com sua mãe, porque é ela que tem que reagir. Espero que você consiga achar uma forma de lidar com esta situação para que não fique tão aborrecida e ajude a sua mãe a sair dessa. Forte abraço pra você e tudo de bom.

  16. E quando os pais precisam dos filhos 24 horas perto por motivo de saúde, os filhos não podem desfrutar juntamente do dinheiro dos pais? Já que estão vivendo para servi-lo?

  17. E minha irmã que decidiu sem consultar ninquem a receber a aposentadoria da mãe não deixa minha mãe comprar nada e pior minha mãe mora só eu que vou la arrumar a casa e dar banho pois minha mãe ela da só almoço não aguento mais ouvi minha mãe reclamando. Será que posso ir no posto de saúde conversar com a assistente social

    • Luciana, por que você não conversa com sua irmã? Se não der para conversar com ela, converse com a assistente social. Peça orientação a ela. Espero que você consiga resolver esse problema. Grande abraço e boa sorte!

  18. Minha mãe tem 79 anos. Não recebe aposentadoria porque vai tudo para o meu irmão. Ela paga convênio médico dele e das 2 filhas já adultas. Aluguel da casa, água e luz e a pós graduação da neta mais mova. Só de eu ter dado um toque pra ver se elas algum dia assumam o convênio médico delas, gerei tanta revolta e incompreensão que fiquei chocada. Achei que tinha família mas não tenho. Minha mãe precisa de fisioterapia e não temos como pagar porque fica tudo pra mim. Misericórdia

  19. Tenho 61 anos. Fiquei viúva quando tinha 45. Meu filho tinha 7 e minha filha 14. Ela desenvolveu crises de pânico, e ele de agressividade. Como trabalhava pude colocar os 2 em psicólogos, depois perdi meu emprego e as coisas ficaram mais difíceis. Meus filhos receberam a herança ( ele já tinha 16 e ela 20) .Ela conseguiu se tratar no SUS e com remédios superou seu problema , resolveu até estudar inglês na Irlanda. Ele , consegui pagar psicólogos até os 17, mas depois ele não quis mais ir. Sempre foi agressivo comigo e com a irmã. Tentei de todas as formas contornar. Mas aos 19 começaram agressões físicas . Me colocou para fora de casa pois queria que lhe desse mais dinheiro. Acabei indo morar com minha mãe. Depois conheci um português e começamos a namorar. Tinha contato com meu filho todos os dias. Pois ele morava a 4 quadras e almoçava na casa de minha mãe. Lá ele tentava me agredir verbalmente, mas como minha irmã é advogada e morava junto ameaçou de denuncia- lo. Havia fases em que me procurava e parecia outra pessoa. Me agradava e no mesmo dia virava uma pessoa irreconhecível. Comecei a ler livros de psicologia. E fui a psicólogos. Uma psicóloga chegou a fazer testes para ver se ele era bipolar. Chegou a conclusão que ele tinha um grau de sociopatia. Me aconselhou a não morar mais com ele. Isso tudo é muito sofrido pois ele é meu filho e eu o amo. Gostaria de poder ajudá-lo lo. Finalmente meu namorado depois de uns 4 anos resolveu me pedir em casamento e para irmos morar em Portugal. Fui, ele me abraçou na partida. Perguntei se ele quisesse eu o levaria, mas ele não moraria conosco. Ele já tinha 21. Largou a faculdade e se envolveu com gente ruim. Resolvi trazê-lo para Portugal para ele fazer uma faculdade. No início aceitou. Arranjei um quarto individual numa república de estudantes. Comprei os livros para celebrar estudar. No entanto ele é meu marido acabaram brigando. Pois ele não admitia a falta de respeito de meu filho. Moramos em cidades diferentes ( pois a faculdade que ele escolheu era em outra cidade) , paguei professor particular para ver se ele passava. Mas depois de um mês lá disse que não faria mais a faculdade, fala sempre que vai ficar milionário fazendo negócios e consultoria pela internet. Como pode fazer consultoria se nunca estudou? Aí ele cita vários milionários no mundo que não estudaram… Mas ele não entende que estatísticamente são excessões. Agora estou pagando o quarto, ele perdeu quase todo dinheiro que recebeu de herança. Tbm rompeu com a irmã, pois não a respeita. Ela fez faculdade, carreira, casou-se e tem agora um bebê, que meu filho nem conhece, pois eles não se dão. Mesmo assim ligo para ele quase todo dia. Ele não sabe conversar pois quer só saber de dinheiro. Fala que sou uma falida, que ele não vai para frente porque não o apoio financeiramente. É super agressivo. Tbm rompeu com os primos. Por isso não deixo de falar com ele. Pois não tem mais ninguem. Mas sofro em vê-lo lo alucinando em sonhos absurdos, em planos que tem tudo para dar errado e com sua negativa de estudar. Tenho receio das pessoas com quem ele está se ligando. Seus relacionamentos com meninas sempre foi super agressivo. Gritava e xingava suas namoradas. Fala que as pessoas só valem se derem dinheiro a ele. Um sofrimento que penso será até o fim de meus dias. Por vezes vou a casa de minha filha passo duas a três semanas lá. Só tenho carinho. Ela me trata tão bem.Fico pensando como podem ser tão diferentes.

  20. Sobre uma sobrinha minha ela quando. Jogo novo se amigou com um Homem e com ele teve dois filhos lá ele batia muito nela inclusive quando ela estava gestante do primeiro filho ele maltratava muito e a família dele também ela teve uma segunda filha e por ruindade fizeram-lhe sair de casa e a mãe deste cara tirou os filhos dela hj a segunda filha tem 23 anos esta menina não fala direito devido uma doença q ela pegou q e proveniente de cachorro a mãe pegou e pasou pra filha na gestação devido eles os donos da casa sogro sogra e filho terem este cachorro em casa. Bom moral da história ela tem um pouco de dificuldade para falar mais e uma menina muito perversa e hj vive infernizando a mãe porque quer q a mãe de dinheiro ela e muito má pessoa e lésbica só faz o q não presta, e a mãe dela e casada com outra pessoa vivia bem até ela acetar ela e viver infernizando-a por dinheiro a mãe dela está com 3 meses de operada e ela não respeita a doença da mãe neste caso o q a mãe desta menina pode fazer pra se livrar deste inferno?

  21. Rua vicente de Carvalho Lt 15 Qd 3 Santa Maria
    Belfordroxo

  22. idosa de 70 anos.Tem.a saúde debilitada…inclusive ja teve 2 AVCs…ela tem um filho de quase 50 anos,com a saúde perfeita…ele odeia trabalhar e explora financeiramente a Mãe…ela ja é aposentada,mas trabalha ainda pra sustentar o Desocupado..Fico indignada e gostaria de saber se nesse caso é possivel entrar em contato com p Estatuto do Idoso.Obrigada!

    • Márcia, se ele estiver maltratando a mãe ou obrigando-a a dar-lhe dinheiro, acho que você poderia entrar em contato com alguma organização protetora do idoso. Mas, se ela está lúcida e vem dando o dinheiro de livre e espontânea vontade, não há o que fazer. Grande abraço pra você!

  23. Desabafo !
    Casei com um homem que tem 3 filhos do primeiro casamento .
    Ele trabalha no correio, não ganha tanto assim .
    O mais velho tem 24 anos se formou em fisioterapia, mas não quer trabalhar na area.
    Todos três so ligam pra pedir coisas ou dinheiro.
    Estou no meu limite.
    Ele não conversa com eles .
    Meu irmão se formou em jornalismo mas nunca explorou meu pai .
    Logo conseguiu emprego e seguiu sua vida independente.
    Eu estou no meu limite estou quase deixando ele .
    Porque sofro de ansiedade e arritimia ja já tive depressão.
    Não posso viver passando raiva .
    E muito difícil vc entrar pra uma relação que a pessoas têm filhos.
    Principalmente adultos que não tem pena do podre do pai .
    Só Jesus na nossas vidas !

  24. Esse caso agora mesmo está ocorrendo com minha mãe. Minha irmã mais velha e a filha estão explorando minha mãe financeiramente. Fizeram ela fazer um empréstimo de 20.000,00 reais na conta dela , fizeram minha mãe pagar uma moto, ela fez exame de vista e até o óculos ela quer q minha mãe pague, ela fez minha mãe comprar uma máquina pra minha mãe pagar, ela induziu minha mãe doar 100 m2 de terreno pra minha sobrinha e ainda por cima com os 20.000,00 usou pra construir uma casa pra minha sobrinha. Ainda achou pouco e pediu mais uma vez pra minha mãe fazer um empréstimo de mais 4000,00 reais. Lembrando q esse documento de doação tem 6 anos. A minha dúvida é tem como reverter esse documento? Como proceder nessas questões?

  25. Não quero fazer comentário,quero fazer uma consulta:tenho um parente q internou a tia em uma clínica de idosos,antes a fez assinar uma procuração dando plenos poderes para ele fazer o que quer com o dinheiro e os bens dela.Ele e a atual mulher vivem uma vida de luxo as custas do dinheiro dessa senhora,aliás ele está reforma do a casa da mulher e mobiliando,fazendo viagens caras e sustentando os filhos dessa mulher com o dinheiro da tia.Ele diz q pode já a a tia é bem tratada na clínica. Ele pode mesmo?Não é crime o que ele está fazendo?Se é quantos anos de cadeia ele pode pegar?Eu devo denuncia-lo?

  26. Minha mãe tem 80 anos. Quando eu tinha 26 anos , compramos juntas um apartamento. Vivi com ela por cerca de dois anos. Casei-me e fui embora de casa. Minha mãe vive no apê até hoje.
    Já meus irmãos, tenho 03, moraram com ela.
    Neste ano minha irmã foi despejada abandonou os filhos: um rapaz de 19 anos, uma moça de 16 anos, grávida, uma menina de 13 e outra de 10 anos. Sem terem para onde ir, foram morar com minha mãe. Minha mãe morava com uma irmã minha, as duas filhas dela e dois netos.
    E aí juntando os filhos de uma irmã e a família da outra, minha mãe ficou com seis adultos e cinco crianças no apartamento.
    Isso não deu muito certo e as brigas se acumularam. Minha mãe dava total razão aos netos . Isso acabou levando minha irmã a sair do apartamento. Então eles se sentiram livre pra fazer o que quisesse, já que receberam apoio incondicional de minha mãe.
    Hoje ela vive explorada com seis netos e 5 bisnetos. Ninguém trabalha. As menores estudam. E minha mãe não permite que se fale nada. Eles não limpam a casa. Recebem algum dinheiro de ajuda do pai, mas não compram nada para a casa. Pelo contrário, saem e gastam com lanches, refrigerantes. Quem arca com água, luz, condomínio, despesas de mercado, açougue, é a minha mãe. Nem comprar eles vão. Minha mãe tem do dos netos e bisnetos, da mãe deles. Acha que eles dão uma coitados.E não se pode falar nada deles ou para eles porque ela briga. Como eles fazem muito escândalo no condomínio, ( brigas), os vizinhos ficam questionando a mim e meus irmãos porque não tomamos providências a respeito.
    Quando dizemos que mãe não quer que fale nada, pois não vai colocar os netos com seus filhos na rua, eles vestranham.
    Não sei o que fazer, ou que medida tomar a respeito.

  27. Tenho úma irmã q já tem 65 anos é aposentada,meu Pai de 86 anos criou ps filhos dela quando se separou do marido por ciumes excessivo,meu Pai deu a ela uma casa nova,liberdade e supre as necessidades dela,porém, ela maltrata muito meu Pai e os inquilinos dele,Ela diz q quer q meu Pai morra pra q fique avontade com os bens dele ele esta inseguro e diz q tem medo dele mata lo quando ele estiver dormindo ,mas ela é esperta o agride moralmente pra q ele tenha bauxa estima e caia em depressão morei la 23 anos ela fez de tudo pra me humilhar e me tirar de lá, hoje vejo o porque de tudo isso elaquer q o meu Pai morra sozinha
    O e engana bem eu e meus irmãos estou revoltada com o q ela fez com ele essa semana ele a cobrou de limpar o quintal por q quem limpa é a unquilina e a mesma esta viajando,ela respondeu q so vai varrer quando ele morrer,nao sei o q fazer pra ajuda lo quando vou la eu e meus irmãos ela pertuba pra q a gente vá embora ou fique na casa dela pois quer vê lo sozinhoagora ele esta doente tenho medo q ela aproveite q ele esta sozinho e de o empurrão pravele morrer

    • Maria ROsa pessoa sobrinho

      Boa tarde estou aqui pedindo ajuda não seio mais o que fazer com a situação da minha mãe ela tem 10 filhos 8 mulheres e 2 homem um dos homem se apoderou da minha mãe pra tomar conta dela não deixando as filhas mulheres vim cuidar dela por conta que ela receber 2 salário ele ameaça os outros irmãos e chantajea a velhinha já fui na delegacia já puxou até facão pra mim fiz B O mas os investigadores foram la na casa da minha mãe ela nega tudo a o delegado acha que estou mentindo tem uma irmã que se prontificou em morar com ela pra cuidar mas ele faz confusão e não aceita tá com um ano que ela foi ao médico quando estava com migo que foi quando fez a cirurgia do olho fez só de um ele não deixou fazer do outro olho porque ia gastar dinheiro ela está doente ele compra remédio sem presquisao médica já fui no ministério público também a promotora falou que não pode fazer nada porque minha mãe fala que está tudo bem tem uma que trabalha na casa dela fica até as 16 horas a noite ela dorme num quarto sozinha e meu irmão no outro quarto trancado por favor quem poder me ajudar me ajudem não consigo mais dormir estou entrando em depressão ele não aceita a família vizita ela

  28. sonia aparecida da luz

    Srs.,bom dia.
    Meu nome é Sonia Aparecida da Luz, sou natural de Sao Paulo,mas por circunstancias da vida resido em Pernambuco há 18 anos.
    Tomo a liberdade de pedir ajuda aos senhores por este canal, pois minhas esperanças já cessaram,até no disk 100 tenho denuncia,porém sem exito.
    Vamos aos fatos:
    Tenho meus pais idosos Mae (69 anos) Maria Sagrada da Luz e Pai (74 anos) Jose Atanasio da Luz,ambos idosos e aposentados residem em Sao Paulo, os estao sofrendo muito nas maos do meu 1/2 irmao (35 anos) Vagner Maximiniano da Luz (filho apenas de dela), este desde os 10 anos de idade acabou como que eu tinha de mais valioso Familia, tirou o sussego da familia e vizinhos, usuario”controlado” de drogas, pois so usa quando quer e sempre dominou muito bem seu vicio, porém sempre se utilizou disso para amedrontar, chantagear mae e pai (que o criou).tem 8 filhos os quais nunca deu assistencia, sendo dois criados sozinhos pela mae (esta na justica), outras duas ficam da mae delas, que tambem o colocara na justica,pois ele nao da nenhuma assistência, outros dois filhos que as maes desapareceram com eles(nao temos noticias) e hoje o pequeno MIguel de 6 meses, pois faz 2 meses que a mae dele morreu de cancer e este bebe foi deixado pelo pai sem nenhuma assistência nos braços dos idosos acima citados.
    Ele exige dos idosos acima o seu sustento, sua vestimenta, seu aluguel e nao trabalha, faz bicos de bombeiro civil na cidade de sao paulo,mas se ganha algo (remuneração) desconhecemos.
    Se ele fosse um bom homem eu ate o ajudaria,mas ele infelizmente nao é e faz questao de gritar pra todos ouvir que os idosos tem obrigacoes com ele, pois do contrario vao sofrer. Ele abandonou o bebe para morar com outra mulher, e os idosos que estavam pagando o aluguel dele (500 reais), mas eles brigaram e a mulher o pos na rua, desta forma ele voltou pra casa dos idosos que agora nem dormir conseguem. a Mae mesmo aposentada ainda trabalha de domestica por que segundo ela o gasto com ele é grande.
    Ele esta acabando a cada dia com esses dois idosos, eu fico aqui a distancia sem poder fazer nada,pois desempregada não tenho condições de ir para sao paulo ajuda los, pois de longe sei que estou de maos amarradas.

    O problema ao meu ver nao é nem financeiro e sim o terror que eu tenho de perder meus pais, idosos,cansados e doentes por causa deste castigo.
    A mae ja me disse que tem medo dele e não sabe o que fazer para se ajudar e salvar o meu pai.

    Porfavor me ajudem , me oriente do que posso fazer para salvar meus pais.

    Desde já agradeço pela atenção.

    • Sonia, sinto muito que a situação esteja nesse grau de tensão. O melhor seria você procurar ajuda profissional. Por exemplo, conversar com um advogado, para que ele possa lhe dar uma boa orientação sobre como pode proceder para impedir que seu irmão continue sendo uma ameaça ao bem estar da sua família. Vou torcer para que tudo dê certo. Forte abraço para você!

  29. Fátima Monteiro Haddad Rocha

    Tenho um irmão que surrou minha mãe e mesmo de longe ameaça minha mãe pra mandar dinheiro p ele .Minha mãe por medo, manda todos os meses …só pra ele não vir mais bater nela. Ela sofre e eu sofro pq ela tem medo e pena dele parar na cadeia. Ele no ano passado cometeu um crime …um homicídio leve…por legítima defesa…mas sabemos q ele é mau…poderia ter evitado essa morte…pois o rapaz ja6 tinha ido embora …e MESMO assim. O atirou pelas costas…sei q vai ser liberto…pois a justiça está muito falha…e resumindo6…Temos medo dele …e faz faksas acusações sobre a minha pessoa…que eu q roubo minha mãe. Mesmo q eu
    Precissasse, minha índole não é igual a esse nojo de gente …Não preciso do dinheirinho da minga mãe…tenho.marido e filhos maravilhosos…educados e trabalhadores. Já fui em delegacia da mulher…mas tudo é lento …e o medo Dele vir atrás da minha mãe me preocupa. AGRADEÇO POR UMA AJUDA…COMO DEVO AGIR PRA PROTEGER A MINGA MAE E A MIM.

    • Fátima, esse é um caso complicado, porque envolve desavença dentro da família. O melhor seria você consultar um advogado, para que ele lhe dê uma orientação mais profissional. Tomara que você consiga resolver isso logo. Forte abraço e tudo de melhor.

  30. O assunto é sério e realmente não vejo saída para resolver estes absurdos..
    Ao procurar um Advogado especializado no assunto, inclusive autor de vários textos de conscientização sobre o problema na Internet, chegou a me cobrar mais de R$ 6.000,00; disse que se trata de caso de Alienação Parental de Idoso.

    Já não chega ter que passar por toda essa situação infame, ver nossos pais sendo abusados financeiramente e psicologicamente, ainda ter que pagar um valor que não temos para tentar consertar alguma coisa?

  31. Conheço uma filha queria era concertada pediu para sair do trabalho para fica na costa do pai .Ainda mora com o marido e teve uma filha que o pai que banca com plano de saúde dela da neta,fora pagamentos de cartões de credito com gasto da mesma recibo de contas IPTU, mesada.Essa moça tem 32 anos e enfermeira vários hospitais chama para ela trabalha ela não quer para fica explorando o pai de 76 anos.Que fica de cabeça quente pq a aposentadoria dele não sobra para comprar os seu próprio medicação. Vamos denunciar essa vagabunda .

  32. E o contrári, já pensaram nisso? Já pensaram que há país que criam os seus filhos para serem seus escravos pessoais? Que não vivem as suas vidas, que deixam de ter vida própri, pessoal, profissional, que os pais os acusam de eternos devedores. Já pensaram que há país, que só falta meter-lhes a comida à boca, porque tudo lhes aparece feito, tudo lhes aparece em casa. Que não há qualquer agradecimentos, a não ser, se quiseres muda-te!? São as imensas idas aos médicos, o faltar ao trabalho, o dever de controlar os medicamentos dos pais e que estes podem tratar o filho como um reles empregado, apenas porque este come da sua comida e vive em sua casa, da qual não se pode ausentar, porque de outro modo nem se alimentam? Sabem o que é cuidar de país que a vida toda foram depressivos? Sabem o que é estar 24 horas disponível para tudo e ainda assim o filho que apenas faz uma visita de 20 min. de 15 em 15 dias é que é o preferido? Sabem o que é trazer sempre um miminho para casa, como chocolate hospital para os pais, e nunca ter um agradecimento? Comprar-lhes tudo, chegando ao ponto de nem terem que sair de casa. Ligar-lhe o aquecedor para não passarem frio. Fazer-lhe a absolutamente tudo, ao ponto de ficar fim de semana após fim de semana a trabalhar para terem tudo feito, roupa lavada e nem uma preocupação pelo futuro, pelo bem estar fisicco e emocional do filho? Imaginam o que é isso? Ora, sabem para inimigos assim, se fosse à rua procurar inimigos não conseguia melhor!

  33. Acho que está muito fácil para os filhos, amamos nossos filhos e eles acreditam que por causa do nosso amor iremos aceita tudo. Li esta reportagem pois estava buscando algo pra me fortalecer pois meus filhos estão sufando minhas energia, estou triste com eles, mas não consigo dar um basta nisso. Tenho um filho que cuidei com todo amor e sempre apoiei em tudo o que queria fazer, resolveu fazer uma faculdade , um curso caríssimo mas mesmo assim banquei, seria meu orgulho, ele formado iria cuidar de sua vida e ser feliz, apesar de lhe dar todas as condições pra fazer o curso, com apartamento alugado do lado da faculdade, dispensa cheia e tudo mais pra que se dedica-se aos estudos ele desistiu do curso faltando 6 meses para se formar. Não teve o que fizesse ele continuar. A partir daí, tranquei a faculdade, entreguei o apartamento e ele voltou pra casa, de lá pra cá fez 6 meses em uma outra faculdade e desistiu também me deixando mais uma vez no prejuízo, agora ele assuste Netflix, joga vídeo game e assuste clipes o dia todo. Eu trabalho em dois empregos e qdo chego a cada está lá pra ser arrumada, ele se instalou na sala e lá toma conta de tudo é assim os dias passam diz que não arruma emprego que manda currículo pela internet, que os tempos mudaram e que ninguém sai procurando emprego. Eu me recuso pagar outra faculdade, já dei uma nova chance e nada. Se não pago ele não estuda. É assim vai passando o tempo, muitos falam “ pelo menos ele está em casa, poderia ser pior.” Sei disso poderia mesmo, mas tenho de me contentar com isso e ficar sustentando um menino tão forte como ele i dia inteiro deitado só levanta pra comer. Por outro lado tenho medo de forçar e ele desanda de vez e aí sim eu ter problemas ainda maiores. Difícil ser mãe, tentei fazer o meu melhor, mas infelizmente deu nisso, gostaria tanto que ele trabalhasse, estudasse, formasse uma família. Mas ele nem cogita esta possibilidade, estou cansada de tanto trabalhar e me deixa doente ver ele levando essa vida. A minha outra filha e outro caso a parte se separou do marido mora em uma casa que construí no meu quintal para qdo ficasse velha e sem condições de trabalhar, ser uma fonte de renda. Isso já perdi também, está só pensa nas baladas e bebedeiras, o tem chegou e fez um escândalo pq não escutei ela chamar no portão as 3:30 da manhã, estava dormindo né afinal canso trabalho em dois empregos, não escutei hoje de manhã ainda tive de escutar desaforos pq não abri o bendito portão, o último prejuízo que me deu foi a versa total do carro do pai que capotou na pista, agradeço por ela estar viva mas este é o segundo carro e os prejuízos ficam pra mim. Sei que preciso agradecer por ter os meus filhos comigo, nas gostaria tanto que resolvessem suas vidas. Estou ficando velha queria poder me aposentar e cuidar de mim, mas nem imagino minha vida sem trabalhar nessa casa. Vou ser a empregada deles. Não é fácil. Desculpe o desabafo.

  34. Sou aposentado e tenho um exatamente assim como descrito (adulto parasita). É de enlouquecer, pois consigo perceber claramente que não tem jeito e vai só piorando a cada dia, porque ele explora cada vez mais, e vai nos explorar até o fim. Minha esposa protege. Chega a um ponto que você paga financeiramente como pode, para não ter que conviver com a pessoa, e ter o mínimo de paz. É terrível. Você fica sem saber o que fazer, e vai surgindo uma aversão, revolta constante, vontade de largar de mão. Minha saúde está indo para o brejo. Vivo no calmante. Em suma, sem solução. Fica a eterna pergunta sem resposta: porque?

  35. Reginaldo Lucas da Silveira

    Eu tenho 43 anos minha esposa 40anos trabalhamos ,tenho duas filhas 21 anos e outra dezenove anos,trabalham e também são estudantes,mas eu dou as responsabilidades a elas que colaborem com as despesas da casa como compra, água ,luz, telefone e internet.as vezes uma reclama porque ganha menos acha que deve ajudar menos,pois penso que despesas devem ser divididos em partes iguais pois ,mas independente do salário de cada um a despesas são iguais .penso que dessa forma não estou sendo ruim e sim postura de uma pessoa independente e onde elas estiverem vão sempre fazer sua parte sem explorar ninguém .As vezes pessoas dizem que estou errado não devo fazer isso ,mas acho que dando responsabilidade não serei explorado no futuro .e também valor no trabalho.

    • Você está certíssimo se meu marido tivesse feito isso hoje não estaria passando pelo que estamos passando. Quando meus filhos começaram a trabalhar falei isso para meu marido, faça eles pagarem as contas pequenas para sentirem que precisam ajudar, mas a dó acabou transformando em exploração.

    • Sr. Reginaldo , o sr está de parabens. Não dê ouvidos aos invejosos de plantão, as suas filhas vao se tornar adultas responsaveis e equilibradas …
      Meus pais sempre foram muito pobres e criaram 5 filhos com muita dificuldade … Mas desde pequenos nós fomos ensinados a ter as nossas proprias coisas e hoje todos trabalham p se sustentar. E ainda temos q manter ela , que não tem renda. Minha mãe nunca aceitou cuidar ou cuidar de netos , diz que é responsabilidade dos filhos e nao dela . Esses relatos que a gente lê aqui são tristes e revoltantes ….E muitos a unica saida é cortar definitivamente os laços familiares … Mas francamente as vitimas muitas vezes sao as que detem a culpa …é lamentavel

  36. eu tenho 60 anos de idade e estou com a guarda de 2 netos e nao esta facil para me pois estou so sem ajuda de ninguem e ja estao ficando adolesentess so Deus pra ter misericordia prque o que ganho nao esta dando para a nossa despeza cortarao a apozentadoria do meu filho especial que ajudava com um pouco e como ele nao consegue emprego estou tendo que asumir sem ter condicoes e so recebo 500,00 por cauza de inprestmo ja nao sei o que fazer para netos e flho especial nao passar fome junto com migo o que conpro nao da pra passar o mes a minha casa tem que trocar o telhado porque quando chove molha muito alaga sala e conzinha e eu sem ter condicoes fnanceira pesso e conto com a ajuda de todos financeiramente para que possa costear meus netos ate que fique de maior e possa dar conta de si manter ja que sao estudantes e precizao desta ajuda minha conta poupanca e da caixa economica federal:agencia:2281 013 conta:00780550-7,en nome de cledes b,dos reis silva. fiquem todos com Deus,amem.

  37. Concordo plenamente.
    No meu caso é uma marmanja que para passear tem disposição. Mas para trabalhar fica inventando mil coisas. Não me importo de dar casa, comida, e vestimenta. O problema é que acha que é nossa obrigação e ainda quer gritar dentro de casa comigo e com a mãe.

  38. Adriana Cristina Vallis

    Preciso de ajuda, meu pai faleceu faz 1 ano e 10 meses, minha mãe é viva, na casa moram meu filho, minha mãe, minha sobrinha e minha irmã, meu pai deixou a herança e a aposentadoria para minha irmã a qual está deixando faltar comida na casa da minha mãe, minha irmã está também escondendo os boletos que não tenho acesso.
    Vive dizendo que não tem dinheiro, mas sempre aparece com coisas novas, lanches oara ela é minha sobrinha, minha mãe está com falhas de memória. Esses dias foi pedir dinheiro emprestado pra várias pessoas.
    Preciso que me ajude, como faço pra conseguir ter acesso às conta bancária e tb as contas da casa?
    Antes um pouco( 1 mês antes) do meu pai falecer, ele me ligou e chantagiou para ir assinar um papel onde tudo, inclusive a casa da minha mãe estava sendo passado para minha irmã. Meu pai sempre foi meu confidente, nunca brigamos e ele nunca teve esse tipo de atitude, foi muito estranho. Qd faleceu não estávamos conversando já fazia 1 mês, devido a complicação do que houve, assinei o papel contra minha vontade na base da chantagem. A vida na casa da minha mãe mudou depois disso, preciso de ajuda urgente.
    Detalhe, na época eu esrava fazendo radioterapia no seio devido a retirafa de um câncer, e ainda estou em tratamento, não tenho emprego, não posso pagar um advogado, estou com nome no Serasa e com essa situação cada dia mais se agravando, preciso de ajuda urgente.
    Dia 28 de Maio, agora vou fazer outra cirurgia, estou muito preocupada com a situação na casa da minha mãe.
    Ajuda por favor

  39. É fácil criticar né.Tenho 33 anos,sou transexual,moro com minha mãe,porém apesar de não trabalhar,não sou uma parasita.
    A levo no médico a cada 3 semanas(ela tem câncer),cuido da casa,faço faxina,vou ao supermercado,cuido do cachorro dela,fico ao lado dela quando está deprimida(meu pai faleceu em 2018),entre outras coisas.
    Não acho que sou um peso morto,sem minha presença,a vida dela seria bem pior,ela sempre diz isso.
    Agora eu tenho culpa,se vivo num país que não gera oportunidades,e devido ao preconceito da sociedade?
    Cansei de ir em entrevistas,e ouvir nãos ,ou sofrer assédio moral e sexual.
    Adoraria trabalhar,ter minha independência e ajudar dentro de casa com as despesas.
    Mas já me conformei com essa realidade.
    Enquanto minha mãe viver,infelizmente serei sustentada.Depois,não faço ideia do que irei fazer.

  40. Graziele de Faria Soares

    Infelizmente, vivo uma situação bem parecida. No caso, meus avós. Minha avó com 89 anos portadora de Alzheimer e cadeirante. Meu avô com 92 anos, com suas faculdades mentais um pouco debilitadas. Vim de Minas Gerais justamente para cuidar de vovó, meu pai me paga mensalmente um salário por isso,o único dos filhos que graças a Deus é justo e responsável! Mas 3, dos 6 filhos, com idade superior a 50 anos vivem na sombra dos pais e batem nessa tecla que pai e mãe é pra sustentar os filhos. Chega me dá nojo

  41. Tenho monitorado tudo o que meu filho faz através de um programa de celular: https://www.syncsoft.com.br/ recomendo vcs que usem pois com ele tem a localização a todo tempo real.

  42. Eu também passo por isso. Em 2002, aos 20 anos de idade larguei o Brasil. Vim aos Estados Unidos (com meu próprio dinheiro de trabalhos). Trabalhava e estudava aqui sem parar. Meus irmãos tiveram a coragem de falar que minha Mae estava lavando as roupas de todos a mao. Eu estava juntando dinheiro p/ meu primeiro carro. Usei p/ comprar uma maquina de lavar p/ minha mae.
    Depois meu padrasto largou minha Mae na merda, depois de ter feito minha Mae largar a carreira e criar filhos por 15 anos como dona de casa. Ele arrumou uma mulher mais nova e ainda tirou metade do apto da minha mae. Minha Mae voltou a trabalhar mas nao fazia nem a metade das despesas dela. Meus irmãos que ainda moravam com ela nao se mexeram. Continuaram “estudando.”
    Consegui a permissão de trabalho da minha mae. Trouxe minha mae p/ os Estados Unidos com meu dinheiro, p/ ela conseguir um trabalho de baba e conseguir se sustentar. Quitei o que faltava do apto da minha mae. Quitei os impostos dela p/ ela poder se aposentar. Quitei apto do meus pai e impostos dele p/ ele tb se aposentar. Dai foi tudo que eles queriam. Serem sustentados ate hj (2019)por ela. Um deles arrumou emprego de professor depois de se formar pela UERJ. E o outro estudando em faculdade particular p/ historia durante 10 anos. E ambos o mais novo ainda desempregado e o outro ainda ficam na aba da minha Mae.
    Eu morro de raiva dos dois folgados sem remorso nenhum de explorar meus pais ate depois dos trinta anos de idade. O mais novo que nunca se sustentou ainda arrumou filho com uma trambiqueira. Ja ofereci empregos bons, nos EUA p/ os dois folgados mas morar nos EUA e trab duro com construção aqui nao querem.
    E minha mae sempre falando que sao bons meninos so porque eles nunca experimentaram com drogas. Eu experimentei na adolescência mas nunca deixei meus pais no sufoco. Meus pais nunca me guiaram ou apoiaram a fazer faculdade. A resposta da minha Mae foi: “essa é a cultura do Brasil” ou seja, mulher tem que cuidar da casa e dos pais p/ que faculdade?

    Eu moro ainda nos EUA e so to desabafando. Nao tem nem como eu impedir dos meus pais fazerem o que querem com o dinheiro deles. Mas me sinto explorada, de ter dado tudo o que podia para ajudar meus pais e todo meu esforço sendo desviado p/ os dois marmanjos sem caracter ou vergonha na cara. P/ mim, homem que nao se sustenta deveria tentar outras maneiras ou se suicidar. E meus pais acham que eu sou má de jogar na cara dos folgados o que eles fazem. Que coitadinhos!
    Eu cansei. Pedi aos meus pais que me devolvam tudo que ajudei eles e so quero terminar meu contato com todos, porque a raiva que me da é tao grande que nao consigo parar de pensar nisso.
    Eu to vendo que meus pais sao dois bananas que vao ser explorados ate a morte. Os dois trabalhando mesmo depois de se aposentarem p/ ajudar os dois preguiçosos sem caracter. Eu morro de vergonha dos meus irmãos. Os dois sao muito doces, mas sonsos. Se fazendo de bonzinhos, mas sao dois manipuladores, tirando tudo dos meus pais. Minha mae tava querendo vender o apto dela p/ dar “em vida.” Porque ela conta comigo em sustenta-la. Ja disse p/ ela que nao vou fazer mais nada. Cansei de ajuda-la e ela virar e dar tudo para os meus irmãos.
    Eu queria esquecer que eles existem. Conseguir largar todos de mao. Focar em me formar (agora com 37 anos ainda nao me formei pq me preocupei com meus pais). Cansei de trabalhar duro em emprego merda p/ ajudar meus pais a formarem e sustentarem os dois folgados, que ate qdo minha mae teve cancer e túnel do carpo eles nao se mexeram p/ ajuda-la.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.