A velhice não é sobre querer morrer. É sobre querer viver

Parceria artística entre mãe e filho devolve a ela alegria de viver

Parceria artística entre mãe e filho devolve a ela alegria de viver

Maya Santana, 50emais

Quem sugeriu que eu postasse aqui esta história de parceria bem sucedida entre mãe e filho foi a minha amiga Ana Maria Cavalcanti, antiga colaboradora do 50emais. E esta é uma história que realmente merece ser contada, porque envolve uma senhora de 91 anos e tem um final feliz. Tony Luciani, artista italiano, deu uma injeção de vida na mãe ao convidá-la para servir de modelos de seus trabalhos fotográficos. O resultado, como você pode ver, é pura arte e muito estímulo para viver.

Leia o artigo inspirador do tudoporemail.com.br:

Estas fotografias inteligentes são o trabalho combinado do canadense-italiano Tony Luciani e sua mãe de 91 anos, a senhora Luciani.

Tony faz o trabalho da câmera, o material técnico. Mas sua mãe, que sofre de demência, é a que traz tudo à vida. Ela fornece a energia, o humor e a imagem da obra de arte. Dona Luciani transforma o talento de seu filho em pequenas obras-primas que provocam todos os tipos de respostas de nossas almas. Olhe profundamente nestas imagens maravilhosas da idade e da juventude, e apenas veja como o seu coração reage. Belo trabalho e uma ótima ideia!

Uma volta aos tempos de criança...

Uma volta aos tempos de criança…

Tony começou sua carreira artística como pintor, e só tinha usado sua câmera para fornecer material fotográfico para outras empresas, e não sabia que mais tarde ele ia basear seu trabalho nesse equipamento. Sua história mudou em 2013, quando ele finalmente comprou uma câmera DSLR de alta qualidade. Nessa época, ele começou a perceber o impressionante potencial que ele estava negligenciando, algo que teria um toque mais pessoal um ano depois.

Em 2014, a situação de sua mãe idosa ficou grave. Com 90 anos, ela estava cada vez mais incapaz de viver sua vida de forma independente. Então, assumindo os deveres que ela agora estaria abandonando, Tony começou a cozinhar, a limpar e tornar-se um cuidador em tempo integral de sua mãe. Observá-la decair assim tão drasticamente afetou profundamente Tony, mas ele teve uma ideia…

Tony e a mãe, Dona Luciani, de 91 anos

Tony e a mãe, Dona Luciani, de 91 anos

Tony, sempre à procura de uma solução artística, começou a incentivar a senhora Luciani a modelar para ele. Foi um processo relativamente lento, mas talvez por causa de sua forte relação, ela acabou aceitando. Eventualmente a equipe da mãe e do filho estava criando obras de arte únicas. Trabalhos como esses são mais do que uma homenagem pessoal à vida de sua mãe, uma vez que o esforço é inteiramente colaborativo. Sua mãe tinha encontrado uma maneira de lidar com o envelhecimento.

Os resultados são impressionantes e muito divertidos. São testemunhos artísticos do vigor da vida. A vida é maravilhosa em qualquer idade. Como uma segunda infância, há algo inocente e sincero nesses retratos, devido à fragilidade e humildade do sujeito. Combinado com o humor, isto faz uma coleção um tanto agridoce da arte, que espelha os altos e baixos da vida.

A solidão retratada

[/Ideias criativas colocadas em prática caption]

Tony compartilha seu trabalho na internet, e ele fica muito comovido com o retorno que ele e sua mãe estão recebendo. Ele diz: “Essas imagens tocaram muita gente. A vida não é sobre esperar para morrer. É sobre querer viver.”

[caption id="attachment_42968" align="aligncenter" width="600"]Encontrando vida na arte Encontrando vida na arte

Compartilhe!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.