Aos 70, ela está assim, depois de parar de comer açúcar

A australiana Carolyn Hartz  mostrando como está conservada

A australiana Carolyn Hartz de biquini, exibindo o corpo conservado

Maya Santana, 50emais

O sonho de todos nós é envelhecer com uma certa beleza. Envelhecer, de preferência, bem lentamente. Parece que a australiana Carolyn Hartz conseguiu. Desde que um jornal da Austrália fez uma reportagem com ela mostrando o quanto parece mais jovem do que sua idade biológica, Carolyn tornou-se uma celebridade mundial. Publicações do mundo inteiro estampam suas imagens, revelando uma mulher extraordinariamente jovem para seus quase 70 anos. Empresária, ela aponta para a suspensão do consumo do açúcar, por motivo de saúde, como responsável pela sua aparência tão conservada. Mas está claro que, ter retirado o açúcar de sua dieta foi muito importante, mas outros fatores contribuem para que esteja em tamanha forma. Carolyn pratica exercícios regularmente, controla com rigor sua alimentação e, pelo menos no rosto, dá pra ver que houve alguma intervenção. Seja como for, não há como negar que ela está muito, muito bem.

Leia o artigo de Mariana Amorim para o site vix.com:

A australiana Carolyn Hartz está impressionando os internautas do mundo todo. Isso porque ela tem 70 anos com o corpo e rosto completamente conservados. O segredo? Entre alguns hábitos adotados, chama atenção o de não comer açúcar há 28 anos.

Além de não consumir açúcar, a empresária se exerctia

Além de não consumir açúcar, a empresária se exerctia

Mãe de três filhos, Carolyn contou em entrevista ao Daily Mail australiano que o início do processo de abstinência do ingrediente foi difícil. Mas ela precisou fazer a mudança no cardápio após o diagnóstico de pré-diabetes aos 41 anos.

Substituição do açúcar
O processo ela explica em seu livro de receitas sem açúcar, o ‘Sugar Free Baking’. No lugar da guloseima, ela aposta no xilitol para preparar doces.

Trata-se de um adoçante natural, com baixa caloria, mas sabor semelhante ao açúcar. Ele não estimula a liberação de insulina e por isso tem baixo índice glicêmico e pode ser aliado de quem está restringindo calorias.

A australiana também acredita que sua boa forma se deve por mais razões, como dormir pelo menos oito horas por noite, hábito que adota há muitos anos.

A vida boa, com certeza, ajuda a manter a boa forma

A vida boa, com certeza, também ajuda a manter a boa forma

Para manter o hábito de não comer açúcar, ela consome proteína em todas as refeições, especialmente no almoço, pois acredita que assim os desejos por doce diminuem.

Carolyn gosta de praticar exercícios ao ar livre, como caminhar no parque todos os dias com seu cachorro, por 30 minutos, praticar ioga três vezes por semana e jogar tênis.

Leia também:
Especialista garante: “Açúcar é sujeira para o organismo”

No quesito beleza, desde os 17 ela não dorme sem remover a maquiagem do rosto, além de apostar em hidratantes na região dos olhos e pescoço.

De qualquer forma, não há como não admitir que está chegando muito bem aos 70

De qualquer forma, não há como não admitir que está chegando muito bem aos 70

“Também uso protetor solar todos os dias antes da maquiagem, e nunca passo horas em baixo do sol”, disse Carolyn, que já teve um câncer no nariz aos 30 anos, ao Daily Mail.

Meditação e gratidão fazem parte de sua rotina logo pela manhã. “Eu sou muito mais calma e intuitiva depois de começar a meditar, aos 65 anos. Por isso, nunca é tarde demais”, lembrou.

0 Compart.

3 comentários

  1. REGINA HELENA LOZER DE SOUZA

    Essa notícia extraordinária me deu um “up”. Mas gostaria de saber de tem esse livro que ela escreveu, em português (Brasil)..

Deixe uma resposta para Maya Santana Cancelar resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.