A hora e a vez de os homens cuidarem de si

O câncer de próstata é o segundo que mais mata no Brasil

O câncer de próstata é o segundo que mais mata no Brasil

O título deste artigo está relacionado ao fato de a maioria dos brasileiros, por razões culturais, fugirem do médico, principalmente quando se trata de exame de próstata. Por medo, muitos homens se recusam a procurar o urologista. A consequência é que o câncer de próstata é hoje o segundo que mais mata no Brasil. A campanha “Novembro Azul”, com continuidade prevista até o final do mês, tem como objetivo conscientizar os homens dos benefícios da prevenção a partir dos 40/45 anos.

Leia “A vez dos homens”, artigo publicado pela colunista Laura Muller, em O Globo:

Primeiro as mulheres participaram de algo que tem tudo a ver com a sexualidade e a saúde: o movimento mundial Outubro Rosa, de luta contra o câncer de mama. Agora é a vez de os homens olharem com mais cuidado para si mesmos, motivados pelo Novembro Azul, campanha de alerta sobre o câncer de próstata que começou faz alguns anos na Austrália e hoje já atinge diversos países, entre eles o nosso. O problema é que por aqui ainda há muito preconceito em relação ao corpo masculino e sua sexualidade.

O exame de toque na próstata, o principal para diagnóstico precoce e tratamento de uma possível doença, é alvo de infinitas piadas e risadinhas, feitas pelos jovens, pelos adultos e até mesmo pela terceira idade. O resultado: grande parte dos homens simplesmente não vai ao médico. A vergonha e o medo do constrangimento aniquilam totalmente essa possibilidade.

Saber mais sobre isso pode ajudar a reverter essa situação tão complicada. O tema central em jogo é a homossexualidade. Há quem acredite que qualquer toque no ânus signifique uma vivência gay. Isso é uma grande bobagem. Ser homossexual é sentir desejo erótico por alguém do mesmo sexo. O que, vale dizer, não tem nada de errado nem doentio. É apenas a forma de cada pessoa sentir atração amorosa e sexual.

Leia também:
Testículos são o tecido mais “mais notável” do corpo humano

Outra coisa é sentir prazer com carícias na região do ânus. Se o homem se excita com esse tipo de toque quando está com sua parceira, isso não quer dizer de forma alguma que ele seja homossexual. Significa apenas que sente prazer com a estimulação de uma zona erógena do corpo com terminações nervosas e altamente sensível aos toques de prazer, que é o ânus. Clique aqui para ler mais.

0 Compart.

Um comentário

  1. Boa materia… sera ate quando ? mais publicacao, panfledos nas areas carentes, tudo que se divulga ajuda…..

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*