Aos 51, ela é a mais famosa embaixatriz brasileira

Tom Jobim e Vinicius de Moraes autores de Garota de Ipanema, uma das mais tocadas do planeta

Tom Jobim e Vinicius de Moraes autores de Garota de Ipanema

Vinícius de Moraes completaria amanhã, 19 de outubro, 100 anos. Para reverenciar a data, o portal G1 vem fazendo ao longo da semana uma série de reportagens sobre o louvado artista carioca. Entre os artigos que publica, está este contando a história de Garota de Ipanema, de Vinicius e Tom Jobim, que aos 51 anos – foi lançada em 1962 -, é de longe a música brasileira mais tocada no mundo. São inúmeras versões, com todo tipo de artista. As minhas preferidas são as duas clássicas: Tom e vinícius e Tom e Frank Sinatra. Por isso postei os vídeos aqui.

Leia o artigo:

É praticamente impossível saber quantas versões existem ou quantos artistas já a gravaram ou, ao menos, cantaram em algum show. Mas, sem dúvida alguma, não existe música brasileira mais conhecida mundo afora do que “Garota de Ipanema”. Afinal, diz a lenda, só “Yesterday”, dos Beatles, seria mais tocada do que ela.

Tudo começou quando Tom Jobim pediu ao amigo Vinicius de Moraes que fizesse a letra para uma música que ele havia composto. O poeta então se inspirou em Helô Pinheiro, uma moça de 18 anos que os dois sempre encontravam comprando cigarros para os pais ou simplesmente passando em frente ao Bar Veloso (que mais tarde foi rebatizado com o nome da música), na antiga Rua Montenegro (hoje Rua Vinicius de Moraes), em Ipanema, onde passavam horas bebendo uísque.

E assim, em 2 de agosto de 1962, os dois amigos e parceiros, acompanhados por João Gilberto, pelo baterista Milton Banana e pelo contrabaixista Otávio Bailly, apresentaram pela primeira vez “Garota de Ipanema” em um show chamado “Encontro”, no Au Bon Gourmet. Em tom de brincadeira, Tom, Vinicius e João introduziram a música cantarolando o seguinte diálogo:

João Gilberto – “Tom e se você fizesse agora uma canção? Que possa nos dizer, contar o que é o amor…”
Tom Jobim – “Olha, Joãozinho… eu não saberia sem o Vinicius para fazer a poesia…”
Vinicius de Moraes – “Para essa canção se realizar, quem dera o João para cantar…”
João Gilberto – “Ah, mas quem sou eu? Eu sou mais vocês. Melhor se nós cantássemos os três!”

http://youtu.be/ANdMJ7r8TDM

A partir daí, a história da música brasileira nunca mais seria a mesma. A canção que ajudou a bossa nova a se tornar um sucesso mundial ganhou uma versão em inglês, premiada com um Grammy, e foi incluída no repertório de artistas consagrados, começando por Frank Sinatra, que telefonou para Jobim e o convidou para gravar um dueto. Mais de 50 anos depois, a “Garota de Ipanema” continua circulando em vários idiomas, sendo usada em trilhas de filmes, séries de TV e desenhos animados e se mantendo no posto de mais famosa embaixatriz brasileira pelo mundo. Clique aqui para ler mais.

Compartilhe!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.