Apesar dos boatos, Alain Delon chega vivo aos 79

O ator completou 79 anos neste sábado, 8 de novembro

O ator completou 79 anos neste sábado, 8 de novembro

Maya Santana

Se tivesse que fazer uma lista dos homens mais bonitos do cinema, daria o primeiro lugar para Alain Delon, o ator francês da minha juventude, que reluzia nas telas nas décadas de 60 e 70, com lindos olhos verdes e todo o seu talento. A beleza física fez dele um dos grandes símbolos sexuais da época. Nesta sábado, 8 de novembro, eu me deparei com a noticia de seu aniversário: completou 79 anos de vida. Lógico, não é nem uma sombra do ator que chamou a atenção do mundo quando atuou em “O Sol por Testemunha”, em 1959.

Lutou muito para mostrar que também era um bom ator. Fez vários filmes dignos de menção. Em 1960, atuou em Rocco e Seus Irmãos, dirigido por Luchino Visconti, um dos filmes mais adorados da história do cinema. Ator e diretor tornaram-se amigos e trabalhariam juntos mais uma vez em outro clássico O Leopardo (1963), vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes. Em 1962, trabalhou com o cineasta Michelangelo Antonioni, no filme O Eclipse, última parte da célebre trilogia da incomunicabilidade desse diretor. Com o cineasta Jean-Pierre Melville, atuou em filmes como Le samouraï (1967), O Círculo Vermelho (1970) e O Expresso para Bourdeaux (Un flic, 1971). Trabalhou ainda com outros grandes cineastas, como Valerio Zurlini, em A primeira noite de tranquilidade (1972), Joseph Losey, em Cidadão Klein (1976) e O Assassinato de Trotsky (1972), Jean-Luc Godard, em Nouvelle vague (1990).(Fonte: wikipedia)

Foi considerado o homem mais belo de todos os tempos

Foi considerado o homem mais belo de todos os tempos

Com sua beleza irresistível, Alain Delon teve muitas mulheres, mas casou-se apenas duas vezes. Em 1997, anunciou que pararia de atuar, decepcionado com os rumos do cinema francês. Nos anos seguintes, passaria por momentos difíceis, especialmente depois do término de seu segundo casamento, que já durava 15 anos, em 2002. Caiu em depressão. Mais tarde, confessou que chegou a pensar em suicídio.

Superada essa fase e contrariando o que dissera 11 anos antes, em 2008, Alain Delon retornou ao cinema. Trabalhou no filme Astérix nos Jogos Olímpicos, no papel do conquistador romano Júlio César. Em 2012, chegou a sofrer um AVC que, aparentemente, não deixou sequeleas. Numa entrevista a uma revista francesa, no ano passado, disse não temer a morte, mas tem medo morrer só: “Fui tão feliz como não se pode ser toda a vida. E quero compartilhar o máximo que puder com meus filhos. Não quero morrer sozinho.”

Esta semana, o ator apareceu no noticiário, não por causa da proximidade do seu aniversário, mas porque surgiram boatos de que havia morrido. Numa página do facebook foi postada a seguinte nota: “Às cerca de 11 horas da manhã, na sexta-feira, 7 de novembro de 2014, nosso querido Alain Delon faleceu. Alain nasceu em 8 de novembro de 1935 em Sceaux. Sentiremos sua falta, mas ele não será esquecido. Por favor, mostre seus pêsames e condolências comentando e curtindo esta página.”

Milhares de fãs postaram mensagens. Até que ontem, representantes do ator confirmaram que Alain Delon não estava morto. E, numa nota, ainda deram uma esnobada nos internautas: “Ele entra para a longa lista de celebridades que foram vítimas deste boato. Ele ainda está vivo e passa bem. Pare de acreditar no que você vê na Internet” – disseram. Da minha parte, o que desejo é vida longa a Alain Delon!

Veja o ator ao longo da carreira:

Compartilhe!

5 comentários

  1. Boa fisgada…. sempre o admirei…..

  2. Lindoooooooo e competente !!!! bjo

  3. Zelia M Macedo Silva

    Sou doida por Alain Delon. Acho-o magnifico como ator alem de ser lindo .Sempre..

  4. Zelia M Macedo Silva

    Lindo, magnifico.Sempre.

  5. Este homem e único em beleza e como ator

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.