Com o envelhecimento, os cabelos exigem cuidados especias

Com o passar do tempo, os cabelos vão mudando e pedem mais cuidados

Com o passar do tempo, os cabelos vão mudando e pedem mais cuidados

Todos nós que passamos de uma certa idade notamos as mudanças ocorridas com o nosso cabelo. Principalmente quando cobrimos os fios brancos com tinta. O fato é que, com o avançar do tempo, o o cabelo fica mais fino e mais poroso. Para ter a aparência de sedoso, exige hidratação mais frequente. “Uma hidratação semanal é o ideal para quando os sinais da idade chegam aos fios”, recomenda a especialista ouvida neste artigo publicado no site zh.clicrbs.com.br.

Leia:

Hidratar a cabeleira é um ritual quase de purificação. O cabelereiro lava os fios e vai massageando-os para limpar a sujeira que shampoo e condicionador normais não tiram e aí começa aquele momento de amaciar cada madeixa. A hidratação é um procedimento que dá condições para o cabelo crescer com mais força e beleza. Mas a idade também chega para ele. Ressecamento, fios mais finos, porosos e quebradiços são as principais reclamações que os dermatologistas ouvem de quem já passou dos 60. Nesse período, é hora de aumentar a frequência de hidratação.

– Uma hidratação semanal é o ideal para quando os sinais da idade chegarem aos fios. É preciso ter cuidado com os produtos utilizados, porque alergias costumam aparecer quando a pele e o couro cabeludo ficam mais sensíveis. Por isso, fazer testes sempre que um novo produto for utilizado é obrigatório – explica a dermatologista especialista em doenças do cabelo, Fernanda Klein Dias.

Um cabelo ressecado apresenta desgaste, fios mais secos e aspecto áspero. Já quando o cabelo está poroso o ressecamento é tão grande que ele fica quebradiço e sem elasticidade. Ao esticar uma grande mecha, passe os dedos pelos fios. Nós e resíduos que lembram uma areia indicam que a cutícula está aberta e a porosidade está tomando conta das madeixas. Nesse caso, a hidratação não basta, é preciso fazer um procedimento de reconstrução.

Excesso de sol é um dos principais fatores para o agravamento desse problema, mas a menopausa também tem influência sobre a saúde dos cabelos.

– Essa fase é marcada pelo cabelo mais ralo em função do enfraquecimento dos fios. O aumento da queda dos fios está diretamente ligada à diminuição da produção de hormônios – aponta a dermatologista.

Quem não opta por assumir os fios grisalhos precisa ficar atento às tinturas também. O ideal é evitar produtos com amônia e que tenham textura leve, como os tonalizantes. Nesse caso, a hidratação é ainda mais requerida pelos cabelos.

– Além da hidratação semanal, hidratar depois de colorir os cabelos também deve fazer parte da nova rotina. Isso evita que a cutícula dos fios escame e aumente a porosidade.

Já quem optou por manter os fios brancos, o cuidado com a hidratação deve ser a mesma: pelo menos uma vez por semana. Os fios embranquecem porque, com a idade, o cabelo perde a capacidade de produzir as células que fazem a pigmentação. A tendência, principalmente no verão, é que o amarelão tome conta dos grisalhos. Para isso, a especialista dá a seguinte dica: lavar os cabelos normalmente e enxaguá-los com uma colher de limão ou vinagre de maçã.

– A reação química ajuda a tirar esse tom amarelado ou esverdeado dos cabelos. O mesmo procedimento pode ser feito em cabelos loiros.
O cuidado com os fios brancos não deve ser exclusivo das mulheres. Os homens também têm que cuidar da saúde dos cabelos e redobrar a atenção se a calvície chegar.

– Usar protetor solar na cabeça evita lesões sérias que o sol pode causar. Protetor e chapéu devem se tornar uma dupla inseparável – aponta Dias.

Compartilhe!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.