Com câncer aos 90, ela recusou tratamento. Preferiu viajar

Quando o médico explicou o tratamento para o câncer, ela achou que não valia a pena. Aqui, ela na Disney

Quando o médico explicou o tratamento, ela achou que não valia a pena. Aqui, ela na Disney

Só decidi publicar esta história aqui porque achei esta senhora de uma coragem impressionante. Aos 90 anos, Norma ficou sabendo que estava com câncer no ovário. Perguntou a seu médico que tipo de tratamento teria que fazer. Ao ouvir a resposta, tomou a decisão: não se submeteria à cirurgia nem à quimioterapia. Em vez disso, sairia pelo mundo viajando. E é o que está fazendo.

Leia o artigo publicado pela BBC Brasil:

Em julho passado, pouco depois de um câncer ser detectado em seu marido, a americana Norma descobriu ter ela própria um tumor nos ovários.

O quadro de seu companheiro, Leo, evoluiu rápido e, após ele falecer, a senhora de 90 anos foi a uma consulta com seu médico no Estado de Michigan.

As opções de tratamento, ele disse, eram as mais comuns nestes casos: uma cirurgia para extrair o tumor, seguida por aplicação de radiação e sessões de quimioterapia. O que ninguém esperava era qual seria a reação de Norma: “Tenho 90 anos de idade, vou viajar”.

E assim o fez. Vendeu sua casa – não queria passar pelo trauma de voltar ao lar que compartilhou com seu marido, com que ficou casada por 67 anos – e comprou um trailer para sair pelo mundo.

Agora, prestes a completar 91 anos na próxima semana, está há mais de 180 dias na estrada.

Norma no trailer em que viaja, acompanhada pelo filho e pela nora

Norma no trailer em que viaja, acompanhada pelo filho e pela nora

Norma já percorreu centenas de quilômetros. Voou de balão em Palm Springs, na Califórnia, visitou a Disneyworld, na Flórida, foi ao monte Rushmore, na Dakota do Sul, viu bisões no parque nacional de Yellowstone e se assombrou com o Grand Cânion, no Colorado.

Em Nova Orleans, visitou o museu sobre a Segunda Guerra Mundial, onde foi recebida com honra – ela trabalhara como enfermeira durante o conflito.

É possível acompanhar suas aventuras pela página no Facebook ” Driving Miss Norma” (Conduzindo Miss Norma, em inglês), que tem 70 mil seguidores.

Entre eles, estão pessoas cujos parentes padeceram de câncer e gente que não passou por isso, mas encontra na sua história uma inspiração. Clique aqui para ler mais.

Compartilhe!

3 comentários

  1. Nossa,eu sempre digo que não existe coisa mais maravilhosa neste mundo que VIAJAR,digo que jamais faria festas,usaria o dh para viajar e agora lendo este depoimento,eu,,Regina,aos.6,1 aplaudo de pé ESTA PESSOA INCRÍVEL ,mandou o câncer para o INFERNO e saiu em busca da felicidade…PALMAS…VIAJE.MUITOOOOO…

  2. Admirável , perfeita a escolha .

  3. Pena que escolheu viajar para os Estados Unidos…

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.