Cuidados com os cabelos, grisalhos ou não, depois dos 50 anos

Com o envelhecimento, os cabelos vão mudando e exigem mais cuidados

Com o envelhecimento, os cabelos vão mudando e exigem mais cuidados

Shel zahav

Muitas mulheres acham que ter cabelo longo depois dos 50 e 60 anos de idade não combina e envelhece. Sim, os nosso cabelos geralmente mudam quando vamos envelhecendo, tornam-se mais grossos e difíceis de domar, mas, atualmente, existem diversas opções de produtos, cortes e escovas redutoras de volume que tornam bonitos os cabelos médios e longos nas mulheres na terceira idade.

Os cabelos curtos, porém, continuam sendo a opção mais prática. Há cortes lindos e super femininos para você escolher. Muitas mulheres começam a perder o cabelo depois dos 50 anos, o que torna os cortes curtos a única opção.

Os cabelos longos e ruivos da atriz Julianne Moore, 55 anos

Os cabelos longos e ruivos da atriz Julianne Moore, 55 anos

Mas não é porque os cabelos estão caindo que a sua vaidade deve despencar também. Se você faz questão do look de cabelos longos, informe-se sobre extensões ou perucas com o seu cabeleireiro e seja feliz!

Uma dica boa é massagear bem o couro cabeludo com cremes de tutano e óleo de argan por exemplo, que são ótimos para tratamento, no mínimo duas vezes por semana. A massagem funciona para combater o estresse também. Cabelo não tem idade para ficar saudável.

Lindo cabelo de tamanho médio, como este da atriz Diane Keaton, 70 anos

Lindo cabelo de tamanho médio, como este da atriz Diane Keaton, 70 anos

Por isso, cabelos médios e longos podem te deixar com um ar mais jovem também, e escolhendo o corte certo, os seus cabelos podem esconder rugas e manchas dos rostos mais envelhecidos.

A tintura para disfarçar os cabelos brancos tem que ser no tom certo, cuidado ao escolher uma que seja clara ou escura demais. Aquela história de que mulher não envelhece, fica loira, faz todo o sentido, pois as tinturas com bases douradas como castanho médio e loiro escuro dourado deixam com uma aparência mais jovem. Fazer mechas e luzes para adicionar dimensão e textura aos cabelos é uma boa pedida também.

Mas se você preferir não esconder nada e assumir os cabelos grisalhos, eles também ficam bonitos e saudáveis. É só não esquecer de hidratá-los com frequência e deixar o corte sempre em dia.

Nem curto nem longo: cheio de charme

Nem curto nem longo: cheio de charme

O surgimento dos fios brancos podem ter origens diversas. O estresse em excesso pode desencadear o embranquecimento dos fios de forma mais precoce. Isso ocorre porque durante os picos de nervosismo, algumas substâncias químicas são liberadas pelo organismo e provocam alterações no comportamento das células. Além disso, o estresse agrava mudanças hormonais que aceleram o processo, pois encurtam a atividade da melanina.

É importante salientar que não é indicada a retirada dos fios brancos já que pode provocar uma calvície de tração, que é quando o cabelo é retirado à força, fazendo com que não cresça novos fios no local, pois a estrutura que fica embaixo da pele é danificada. Diante disso, o cabelo nasce mais fino e irregular ou, em alguns casos, não cresce nunca mais. (Fonte: shelzahav.com.br)

Outro exemplo de cabelo de tamanho médio: os belos cachos de Patrícia Pillar

Outro exemplo de cabelo de tamanho médio: os belos cachos de Patrícia Pillar

2K Compart.

4 comentários

  1. Bom é tomar biodinâmica de 5000 gramas5

  2. É um problema de verdade!!!

  3. Dalila Suannes Pucci

    Quem pretendia dizer alguma coisa, perdeu a oportunidade. Não entendo porque há uma falta de interesse para com a mulheres idosas ( sim, com idade acima de 60 anos), no que se refere a cuidados, tratamentos, cortes de cabelo. Falam de cabelos brancos ou grisalhos e publicam foto de uma jovem com cabelos negros e encaracolados. Perda de tempo para quem se interessou pela matéria, como eu.

  4. Poderia, mostrar os cabelos transformado de pessoas simples como nós, para que possamos saber como fazer no nosso dia a dia.
    Por nas atrizes é fácil, tem profissionais por de trás da transformação.
    Que tal? Alguém concorda

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.