Remédios naturais que aliviam os sintomas da menopausa

O fogacho é um dos sintomas mais comuns desse período da vida da mulher

O fogacho é um dos sintomas mais comuns desse período da vida da mulher

Os anos que precedem a menopausa (chamados também de período pré-menopausa) podem ser um desafio para a mulher, assim como os períodos de ciclo menstrual. Quando as mulheres chegam aos 40 anos, elas encaram outros desafios hormonais. Essas mudanças ocorrem por causa da queda de estrogênio, que ocorre entre três e cinco anos após o início da menopausa. Tais mudanças no corpo feminino provocam uma série de sintomas.

Alterações de humor costumam ser frequentes, e ocorrem por causa das alterações na produção de progesterona e estrogênio. Quando há mais estrogênio produzido, há mais irritação, inclusive com alguns momentos de cólera. Se a progesterona domina, a mulher se sente triste, depressiva e pode chorar sem motivo aparente.

Ondas de calor também ocorrem. Subitamente, surge um calor que atinge o rosto, pescoço e ombros, às vezes acompanhado de vermelhidão e inchaço em algumas partes do corpo. Algumas mulheres também têm aumento da frequência cardíaca, suores e, em alguns casos, palpitações.

Mudanças no sono, ocasionalmente causada por suores noturnos ou crises de ansiedade, tendem a ser comuns. Durante essa fase, mulheres podem ter dificuldade para adormecer ou ter insônia, até passar o período de mudanças hormonais.

Secura vaginal, dores e inflamações são alguns dos problemas que algumas mulheres têm no período pré-menopausa, que podem ser acompanhados por coceiras e sensação de desconforto.

Problemas para urinar também ocorrem. Algumas mulheres costumam urinar mais do que o normal. Estudos mostram que algumas mulheres também estão propensas a ter outros problemas relacionados, como cistite e infecções urinárias.

Outros sintomas incluem queda de cabelo, falta de desejo sexual, acúmulo de gordura na região abdominal e perda de gordura nos seios.

Há uma série de tratamentos médicos para tratar e amenizar esses sintomas tão desconfortáveis, como reposição hormonal e uso de antidepressivos, mas há alternativas naturais, que incluem mudanças na dieta diária e uso de suplementos.

A soja é uma fonte natural de estrogênio, que a mulher necessita nessa fase

A soja é uma fonte natural de estrogênio, que a mulher necessita nessa fase

Remédios Naturais Para Menopausa

A soja é uma fonte natural de estrogênio. Alguns estudos também mostrar o seu potencial para aliviar dores musculares relacionadas à perda de estrogênio na menopausa. Já outro estudo de 2009 sugeriu que o consumo diário de produtos de soja pode efetivamente substituir os tratamentos hormonais holopáticos.

O dong quai – conhecido também como angelica chinesa ou ginseng feminino – é um ótimo remédio natural. Utilizado por centenas de anos por praticantes da medicina tradicional chinesa, é também empregado no tratamento de ciclo menstrual irregular e problemas e dores que antecedem a menstruação. O dong quai também alivia alguns sintomas associados à menopausa, como dores no útero. Alguns estudos ainda estão sendo feitos para garantir sua eficácia, embora diversos deles já comprovaram que é efetivo no tratamento hormonal. O dong quai pode ser consumido em pó, líquido ou comprimidos.

A acteia ou erva-de-são-francisco foi amplamente usada pelos índios norte-americanos no tratamento de amenorreia, menopausa, dores menstruais e dores do período pós-parto. Esta erva é tão potente que tem chamado atenção da comunidade científica por causa do seu potencial para aliviar os sintomas da menopausa. Tem sido aplicada para balancear as mudanças hormonais, amenizar as ondas de calor e os suores noturnos. Pesquisas mostram que a acteia ou erva-de-são-francisco pode tratar ou prevenir a depressão causada pela menopausa, embora alguns estudos ainda precisem confirmar essa informação. Clique aqui para ler mais.

Compartilhe!

Um comentário

  1. Dose diária de soja? Ou é por semana

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.