Rio prepara-se para inaugurar o Museu do Amanhã

Depois de pronto, o Museu ficará assim

Depois de pronto, o Museu ficará assim

Depois do espetacular Museu de Arte do Rio – MAR -, no centro da cidade, e da fantástica Casa Daros, em Botafogo, o Rio de Janeiro prepara-se para inaugurar mais uma obra de vulto na área cultural: o Museu do Amanhã, situado na região portuária, que deve ser aberto ao público neste semestre.

Leia os detalhes do novo museu neste artigo de O Globo:

Os contornos da construção sustentável e de arquitetura arrojada do Museu do Amanhã, uma das âncoras culturais do projeto Porto Maravilha, já começam a aparecer quando se lança o olhar por trás das grades que cercam o canteiro de obras do Píer Mauá. Mas um passeio pelo interior do futuro espaço dedicado às ciências, com 15 mil metros quadrados de área construída, revela ainda que o ritmo das obras é acelerado, 24 horas por dia. São mil funcionários — entre operários, engenheiros, seguranças e pessoal administrativo — encarregados de cuidar de cada detalhe, para que o museu seja inaugurado no primeiro semestre de 2015. O prefeito Eduardo Paes quer incluí-lo entre os presentes que a cidade vai receber pelos 450 anos de fundação:

— O meu desejo é entregar o museu no dia 1º de março. Pedi que persigam essa meta. Queria cantar o parabéns para você para o Rio ali.

Depois de vários desafios vencidos, José Renato Ponte, presidente da concessionária Porto Novo, responsável pela obra, dá a boa notícia de que 70% dos serviços estão concluídos:

— Esse prédio é uma obra de arte. Os desafios começaram ainda na fundação. Imaginávamos usar mil estacas, mas foram necessárias 2.500 para suportar o peso. Só a cobertura metálica pesa 3.800 toneladas. De concreto, são 55 mil toneladas, para fazer a estrutura do prédio e o piso externo do museu. Um edifício comum usa de 90 a cem quilos de aço por metro cúbico de concreto. Para construir o Museu do Amanhã, utilizamos 250 quilos. Além disso, as paredes da edificação têm angulações específicas, o que nos levou a ter que confeccionar fôrmas especiais de concreto. E a cobertura é como um lego (dividida em muitas peças).

MAR - Museu de Arte do Rio, inaugurado em 2013

MAR – Museu de Arte do Rio, inaugurado em 2013

VIZINHANÇA HISTÓRICA E BELA

Vizinho de beldades históricas e arquitetônicas — como o Morro da Conceição, o Mosteiro de São Bento e o Museu de Arte do Rio (MAR) — e com vista privilegiada da Baía de Guanabara, o museu branco neve leva a assinatura do arquiteto espanhol Santiago Calatrava. Com 320 metros de comprimento e 23 metros de altura, está sendo erguido num terreno de 35,8 mil metros quadrados, em meio a jardins, espelho d’água e área de lazer. A previsão é de que o museu receba de 350 mil a 400 mil visitantes em seu primeiro ano de vida.

O Museu do Amanhã é uma iniciativa da prefeitura e da Fundação Roberto Marinho, tendo o Banco Santander como patrocinador máster, além do apoio dos governos estadual e federal. O projeto, de R$ 215 milhões, é custeado pela venda dos Cepacs (Certificados de Potencial Adicional de Construção). O Santander destinou mais R$ 65 milhões ao museu, R$ 35 milhões para a implementação da exposição permanente e R$ 30 milhões para a operação e a manutenção do espaço por dez anos.

O formato alongado, mostrado em perspectiva de Calatrava — para alguns, de bromélia; para outros, de animal marinho e até de navio e mariposa —, ainda não se consegue visualizar. Porém, os números de cada estágio das obras mostram os avanços. No subsolo, por exemplo, 90% das instalações dos sistemas de infraestrutura que atenderão ao museu estão prontas. Clique aqui para ler mais.

Compartilhe!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.