Segredo da longevidade está nas relações

Pessoas como Kevin Doorlag, com Zeus: menos problemas de saúde

O segredo da longevidade está em três coisas aparentemente simples: ter um cachorro, um casamento feliz e alguns bons amigos, segundo um estudo de referência que identificou estas metas como as mais importantes, seja qual for a origem ou classe social do indivíduo.

Desde 1940, o estudo acompanhou mais de 200 americanos jovens, brancos e saudáveis da juventude à velhice, com avaliações a cada dois anos. O relatório final constatou que longevidade tem muito mais a ver com felicidade do que com classe social.

O atual diretor do estudo, George Vaillant, da Escola de Medicina de Harvard, contou que os relacionamentos são a chave para uma vida longa e disse que apenas quatro dos 31 homens solteiros do início do estudo estão vivos até hoje, comparados a mais de um terço daqueles em “bons relacionamentos”.

— Ter uma família é importante, mas se você quer ser feliz e não tem um bebê de seis meses para trocar sorrisos, compre um cachorro — disse Vaillant. — A descoberta da felicidade é que esta é a palavra errada. O certo seria inteligência emocional, relacionamentos, alegria, contatos e resiliência — afirmou.

O estudo também descobriu que os casamentos trazem mais contentamento após os 70 anos de idade e nosso jeito depois dos 80 anos tem mais a ver com os hábitos formados antes dos 50 anos do que com a genética. Leia mais em www.oglobo.com.br

Compartilhe!

Um comentário

  1. Que bom, estamos no caminho certo! Abraços diretamente de Teófilo Otoni (o que a gente não faz pelas órfãs e pela rainha?), Elza e Isabel

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.