Arquivos de Tag: Carlos Drummond de Andrade

O Ano Novo, nas palavras e emoção dos poetas

Para saudar 2015 e entrar o ano em boa companhia, selecionei estas pequenas maravilhas de quatro poetas maiores – Fernando Pessoa, Carlos Drummond de Andrade, Mário Quintana e Ferreira Gullar. Cada um com sua fina, individualíssima e fascinante concepção do que é “Ano Novo”. Leia: Ano Novo, Fernando Pessoa Ficção de que começa alguma coisa! Nada começa: tudo continua. Na ... Leia Mais »

Receita de Ano Novo, Carlos Drummond de Andrade

Para você ganhar belíssimo Ano Novo cor de arco-íris, ou da cor da sua paz, Ano Novo sem comparação como todo o tempo já vivido (mal vivido ou talvez sem sentido) para você ganhar um ano não apenas pintado de novo, remendado às carreiras, mas novo nas sementinhas do vir-a-ser, novo até no coração das coisas menos percebidas (a começar ... Leia Mais »

E será Natal para sempre, Carlos Drummond

Nesta Natal de 2014, O 50emais deseja que todos nós incorporemos o espírito deste texto – cujo título original é “Organiza o Natal” – de rara beleza do iluminado Carlos Drummond de Andrade:”Então nos amaremos e nos desejaremos felicidades ininterruptamente, de manhã à noite, de uma rua a outra, de continente a continente… Governo e oposição, neutros, super e subdesenvolvidos, ... Leia Mais »

Hoje é dia de recitar os versos e louvar Drummond

Há 112 anos, completados nesta sexta-feira, 31 de outubro, o poeta Carlos Drummond de Andrade nascia na cidade mineira de Itabira. Drummond, encarnação da própria Minas Gerais, escreveu este poema, “Para Sempre”, com o qual presto minha homenagem a ele, inspiração eterna para os amantes de poesia: Leia “Para Sempre”: Por que Deus permite que as mães vão-se embora? Mãe ... Leia Mais »

Por que Drummond chamou Belo Horizonte de Triste Horizonte

Maria Cristina Bahia Vidigal Plagiando Gabriel Garcia Marquez – não sei se foi exatamente assim que aconteceu, mas é assim que eu me lembro do episódio do qual fui protagonista e que narro a seguir, a pedido da minha amiga Maya, contemporânea deste e de outros acontecimentos. Em 1976, a ditadura militar imperava, as mudanças aceleradas sequer eram imaginadas e ... Leia Mais »

Infância – Carlos Drummond de Andrade

Meu pai montava a cavalo, ia para o campo. Minha mãe ficava sentada cosendo. Meu irmão pequeno dormia. Eu sozinho menino entre mangueiras lia a história de Robinson Crusoé, comprida história que não acaba mais. No meio-dia branco de luz uma voz que aprendeu a ninar nos longes da senzala – e nunca se esqueceu chamava para o café. Café ... Leia Mais »

Bem-aventurados os que não entendem de futebol

Já que o assunto é só futebol, selecionei algumas frases memoráveis de notáveis sobre o esporte que magnetiza os brasileiros: “E ninguém deve ficar em casa. como se omitir, se a Seleção precisa de todos nós e de cada um de nós? Eis a verdade inapelável e eterna: – Só o grande amor faz o grande escrete” – Nelson Rodrigues, ... Leia Mais »

Pichado por quem deveria estar lendo sua poesia

Maya Santana Por mais que a gente tente, não consegue encontrar uma explicação plausível para o ato do empresário Pablo Lucas Faria, da cidade de Uberaba, no Triângulo Mineiro, contra uma pérola do patrimônio público. Morador de Bonsucesso, na zona oeste do Rio, Pablo escolheu a noite de 25 de dezembro para, juntamente com uma garota, descer até o calçadão ... Leia Mais »

Passagem do Ano, por Carlos Drummond de Andrade

Neste último dia de 2013, outro poema do mestre para conferir alguma magia à passagem do ano. Leia: Passagem do Ano O último dia do ano não é o último dia do tempo. Outros dias virão e novas coxas e ventres te comunicarão o calor da vida. Beijarás bocas, rasgarás papéis, farás viagens e tantas celebrações de aniversário, formatura, promoção, ... Leia Mais »

Receita de Ano Novo, por Carlos Drummond

Um poema do mestre mineiro próprio para estes tempos. É lindo este “Receita de Ano Novo” do poeta. Leia: Para você ganhar belíssimo Ano Novo cor do arco-íris, ou da cor da sua paz, Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido (mal vivido talvez ou sem sentido) para você ganhar um ano não apenas pintado de novo, ... Leia Mais »