Arquivos de Tag: Crônica

Com novelos de lã, tecerei um novo mundo para os velhos

Déa Januzzi Quando eu for bem velha, vou escrever poemas nas paredes, no papel de pão, em rolos inteiros de papel higiênico. Vou tirar a poeira da minha antiga máquina Remington, de teclas verdes, e rasgar muitas folhas, em busca do lead perfeito. Vou viver o tempo do calendário Maia, com apenas 28 dias no mês, 13 luas e muitas ... Leia Mais »

Não me importo em anunciar: Estou ficando mais velha hoje

Renata Stuart – É o meu aniversário. Sim, não me importo em anunciar: Estou ficando mais velha hoje. Aliás, não só hoje, todos os dias, fico um pouco mais velha. Sim, essa é uma das poucas certezas que temos nessa vida. Todos (os que têm sorte), com o passar dos minutos, horas, dias, semanas, meses, envelhecem. Acontece que apenas nos ... Leia Mais »

Cheguei aos 63. Sem pressa

Déa Januzzi – Cheguei, cheguei aos 63 anos! Não tive pressa – nem tenho mais – muito menos quero pódio para o meu 63º aniversário nem mais competir comigo mesma. Nem com os outros. Comemoração só com os cinco ou seis amigos que continuam firmes comigo nessa jornada rumo ao envelhecer da vida. Mas eles são fiéis, mesmo que não ... Leia Mais »

Déa Januzzi: É preciso exorcizar os demônios do meio-dia

A água misturada com detergente, limpa as paredes do banheiro, e a alma de quem esfrega está cada dia mais suja de medo. As manchas custam a sair e a mulher vai atrás de um pano de chão maior, de um desinfetante mais forte, capaz de desintegrar a sujeira acumulada nas gretas do boxe. Ela precisa do banheiro brilhando: por ... Leia Mais »

O mundo é controlado por loucos e idiotas de gravata

Rubem Alves Fui convidado a fazer uma preleção sobre saúde mental. Os que me convidaram supuseram que eu, na qualidade de psicanalista, deveria ser um especialista no assunto. E eu também pensei. Tanto que aceitei. Mas foi só parar para pensar para me arrepender. Percebi que nada sabia. Eu me explico. Comecei o meu pensamento fazendo uma lista das pessoas ... Leia Mais »

Conversando com Deus, Déa Januzzi

Conhecer Tânia Regina Leroy Gatte, de 58 anos, é estar perto de Deus. Aposentada pela Cemig, ela dedica a sua vida a cuidar da mãe, de 88 anos, com Alzheimer em estágio avançado – e do marido, de 57, na fase inicial da mesma doença. A mãe, Delorme Marcelos Leroy não anda mais. Está na cama há dois anos, ouve ... Leia Mais »

Prioridades, Lya Luft

“Muito do que gastamos (e nos desgastamos) nesse consumismo feroz podia ser negociado com a gente mesmo: uma hora de alegria em troca daquele sapato. Uma tarde de amor em troca da prestação do carro do ano; um fim de semana em família em lugar daquele trabalho extra que está me matando e ainda por cima detesto. Leia Mais »

“Preciso começar a planejar a minha velhice”

Déa Januzzi Fiquei velha de um dia para o outro, mesmo que minha mãe tenha afirmado que a gente vai envelhecendo aos pouquinhos, que dá tempo de se acostumar. Uma ruga ali, outra acolá, o joelho enferrujado um dia, depois o primeiro dedo da mão que entorta por causa do anúncio de uma artrite. Os ossos rangem certas manhãs de ... Leia Mais »

Quando as avós falarem…

Déa Januzzi Você já ouviu falar das Treze Avós Nativas que rezam pelo planeta? São mulheres anciãs, sábias, as “abuelitas” da mitologia, aquelas que sabem acender a fogueira, usam ferramentas mágicas para transformação que não mudam com o passar do tempo: a mesa da cozinha, a luz do lampião, uma única vela, as preces. A música, a intuição. A sopa, ... Leia Mais »