Uma exposição imperdível de Picasso, Miró, Dali

Guernica, a mais célebre obra do mestre espanhol

Guernica, a mais célebre obra de Pablo Picasso

Acabo de voltar de São Paulo, onde vi a exposição de Marina Abramovic. Fui com uma amiga que não se sensibilizou muito com o que viu. Eu, por minha vez, achei fantástica. Gosto do trabalho desta sérvia radicada nos Estados Unidos, considerada, hoje, a mais importante artista performática internacional. Agora, leio a notícia da exposição que está trazendo a São Paulo – depois, vai para o Rio – “Picasso e a Modernidade Espanhola”. Outro programa cultural imperdível, sobretudo porque o público também poderá ver estudos e esboços que resultaram na obra-prima “Guernica” (1937), um painel de 3,5 m de altura por 8m de comprimento em que Picasso retratou os horrores da guerra civil espanhola (1936-1939). Quem for vai poder ver também outros mestres, como Juan Miró, Salvador Dali e Juan Gris.

Leia o artigo publicado pelo diariodepernambuco.com.br:

Cerca de 90 obras de Pablo Picasso e outros artistas do modernismo espanhol, vindas do Museu Reina Sofía de Madri, estarão em exposição gratuita na capital paulista a partir de 25 de março, no Centro Cultural Banco do Brasil.

"Cabeça de Mulher" é um dos quadros de Picasso na exposição

“Cabeça de Mulher” é um dos quadros de Picasso na exposição

A mostra destaca o modo como Picasso concebeu a modernidade e também como influenciou diversos criadores da época. “Essa exposição fala sobre o papel do Picasso na arte moderna e vem contar a história desse movimento artístico para o público brasileiro”, explicou Roberta Saraiva, diretora executiva da Expomus, que participou da produção.

Os visitantes poderão conhecer mais 36 artistas que se inspiraram nesse grande nome da arte. “Picasso é um artista que influenciou o modernismo no mundo todo. A exposição ilumina o modernismo espanhol a partir dele, com obras de mais artistas de enorme peso, Juan Miró, Salvador Dali e Juan Gris. Eles tiveram contato direto com Picasso”, contou Roberta.

 Femme assise accoudée (Mulher sentada apoiada sobre os cotovelos) - 1939

Femme assise accoudée (Mulher sentada apoiada sobre os cotovelos) – 1939

As obras estão divididas em oito núcleos temáticos. Um deles é dedicado à imersão no imaginário de Picasso, a fim de descobrir como ele concebeu o painel Guernica, sua obra mais emblemática, que surgiu como uma reação imediata ao bombardeio nazista que, durante a Guerra Civil Espanhola, matou civis na pequena cidade que dá nome à pintura.

Intitulada Monstro e Tragédia, essa parte da exposição, segundo Roberta, apresenta como o artista explorou originalmente, a partir do mito do Minotauro, toda a questão da guerra e do bombardeio. O público terá acesso aos estudos e esboços que fizeram parte do processo criativo de Guernica.

Compartilhe!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com asterisco são obrigatórios. *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.